A cantora fluminense Anitta (FOTO: Reprodução)

Sem papas na língua, Anitta sempre foi conhecida por suas declarações mais picantes, letras maliciosas e empoderadas. Sexo é Anitta. Anitta é sexo. Esta foi uma das estratégias que ela usa há anos desde que surgiu com visual sensual na feminista Show das Poderosas em 2013.

Tentando emplacar uma carreira internacional já há cerca de quatro ou cinco anos, a funkeira de Honório Gurgel deu um importante passo na carreira ao assinar, nesta semana, com a Warner Records e conquistar um contrato com a subsidiária norte-americana de uma das principais gravadoras do mundo.

E ao que tudo indica, Anitta não pretende chegar no mercado estadunidense de maneira tímida. Tócame, seu primeiro lançamento internacional com os artistas latinos Arcángel & De La Ghetto sugere ser sobre um tema tabu na indústria do entretenimento: masturbação feminina.

Tocame': Nova música de Anitta será lançada dia 10 de julho ...

A arte de capa do novo single é quase literal: Anitta numa posição quase orgásmica em um ambiente confortável e aconchegante. Será que as estrangeiras vão se projetar numa latina que vai chegar no país delas falando sobre masturbação? Pra lá de ousado hein!

A julgar pelo que foi relatado em áudios e arquivos vazados envolvendo Ludmilla e Léo Dias, fica um pouquinho mais difícil torcer pela carreira internacional dessa garota que a gente viu crescer a cada ano que passa diante dos olhos. Se os rumores e artimanhas maliciosas realmente se confirmarem, a artista genuinamente carioca fica parecendo com aquele nosso amigo de jeitinho brasileiro que trapaceou e mentiu quando esteve por aqui mas que a gente TORCE TANTO pra dar certo no Intercâmbio lá fora. Bom, inglês pelo menos ela fala muito bem né?