jao
O cantor paulista Jão (FOTO: Reprodução)

(COLUNA DROPS)

Nesta terça-feira (dia 3), o paulista Jão completou 26 primaveras recebendo votos de parabéns de diversas personalidades. Encontro raríssimo no showbiz, o aniversário do cantor conseguiu reunir num mesmo vídeo, olha só, cantoras como Anitta, Ludmilla e Preta Gil. Aparecem ainda no registro, nomes de prestígio do entretenimento como Fátima Bernardes, Ivete Sangalo e Nando Reis.

Chama atenção a trajetória curiosa de João Vitor Romania Balbino nestes cerca de 3 e 4 anos de carreira desde que o artista foi alçado ao mainstream do pop. Após covers no Youtube de cantoras como Anitta e Beyoncé, o músico experimentou o primeiro ponto de virada na carreira com Imaturo ainda no ano de 2018.

Dirigido por Pedro Tófani, o vídeo do single Imaturo mostra Jão e dois amigos de escola que o acompanham no desabrochar da sexualidade da infância à adolescência. Produzida por Pedro Dash e Marcelinho Ferraz (Head Media), a música foi o terceiro lançamento do artista em sua carreira solo e foi onde Jão definitivamente ganhou destaque alcançando o topo do Spotify Brasil. Um dos motivos do burburinho da música, vale lembrar, foi a existência dum personagem masculino e feminino no vídeo, mas não fica evidente com qual dos dois Jão estaria se relacionando.

“O Jão é gay? Bi? Ou hétero?”. Essas perguntas foram recorrentes nas rodinhas de discussão sobre o cantor paulista desde então. Na verdade, esse é um assunto que sempre ficou sugerido em sua criação. Já no fim de 2018, no clipe de “Me Beija Com Raiva”, o músico voltou a sugerir uma bissexualidade ao ter um embate físico com um personagem masculino e outro feminino.

Na história, Jão vive um motoqueiro que passa por um momento delicado de um relacionamento. Vale ressaltar que Jão falou pela primeira vez abertamente sobre sua sexualidade à revista GQ numa entrevista divulgada na época. “Escrevi essa música para um cara que fodeu meu coração”, disse à GQ. “É legal que as pessoas saibam disso, que foi feito para um cara e que isso é uma coisa tão normal como qualquer outra que exista no mundo”.

Tudo isso até o ano de 2019 quando Anitta acaba entrando na conversa. Apesar das contradições da funkeira nas eleições de 2018, fato é que é possível se dividir um antes e depois nas carreiras de Pabllo Vittar e Silva após suas parcerias com a carioca. É como se a cantora fosse a madrinha LGBT desses nomes apadrinhando colaborações que mudaram as carreiras tanto da drag queen quanto do capixaba gay.

Por isso, o “toque-de-Midas” de Anitta era algo com o qual os fãs de Jão poderiam comemorar. Tudo isto somado talvez ao maior outro nome do pop nacional: ninguém menos que Sandy e Júnior. Num dueto de melodia orquestrada tipo big band construído com instrumentos de sopro, trazendo até toques de rockabilly, Anitta e Jão planejavam lançar o single “Calça Azul” que soava nada mais nada menos como um autêntico som tipo Sandy e Júnior na fase do álbum “Ligado Em Você”.

Era uma mistura pra lá de ambiciosa. Seria algo como o maior nome do pop nacional atual (Anitta) com uma música puxada pra dupla pop recordista em venda de discos no Brasil (Sandy e Júnior). Bonitão, comercial e com timbre rouco marcante, Jão automaticamente poderia fazer parte do mainstream da música nacional concorrendo nas paradas e rádios com players do sertanejo, por exemplo. Porém o tiro acabou saindo pela culatra.

Em dezembro de 2019, apesar dos investimentos, a faixa estranhamente acabou vazando na web, sendo engavetada desde então. Portanto, os animados votos de parabéns de Anitta podem indicar agora que uma novidade entre os dois possa estar a caminho. Ou até que alguma próxima trapaça ou erro possa vir a atrapalhar novamente os caminhos dos dois.

PARA NÃO FICAR SÓ NO BRASIL

A ausência de novos ícones gays no mainstream global só prova que nomes das novas gerações precisarão ainda de muito arroz com feijão para fazer tanto barulho como os assumidíssimos Scissor Sisters, Frank Ocean, Adam Lambert e Mika fizeram nas últimas décadas. Some-se isso ao fato dos próprios ouvintes gays na maioria das vezes preferirem uma porção de cantoras pop do que atuais artistas LGBTS.

Exceção a regra, existe o caso isolado de Sam Smith que parece muito mais preocupado em “chorar suas pitangas” do que dar “umas bitocas” ao apelar tantas vezes para o estereótipo do gay solitário amargurado.

NOVOS ARES

Adam Lambert
O cantor norte-americano Adam Lambert (FOTO: Reprodução)

Após se tornar o primeiro e único gay assumido a ter emplacado discos no topo das paradas norte-americanas e britânicas, Adam Lambert anunciou um dos seus próximos projetos na carreira. Além de estar escrevendo o ator e cantor também revelou que participará duma comédia de ficção científica espacial do canal Showtime chamada Moonbase 8.

Na sinopse, enquanto seu trio de ansiosos astronautas da NASA tenta se qualificar para uma missão lunar, uma série de circunstâncias inesperadas obriga os homens a questionar sua própria sanidade, confiar uns nos outros e se eles foram feitos para viagens espaciais. A série com o atual vocalista do Queen estreia no próximo dia 8 de novembro nos Estados Unidos.

FORÇA NA PERUCA

O cantor Pabllo Vittar, anunciou que a versão deluxe de seu álbum 111 está prontíssima para ser lançada só aguardando a gravação dum clipe. Após o complicado vazamento da versão standard no início do ano, os produtores do projeto teriam resolvido escalar nomes do mercado nacional e internacional para remixes das canções numa nova versão do álbum.

Uma nova roupagem para cada música, um novo artista em cada música, trazendo tudo que eu mais gosto, que é a fazer a galera dançar e se divertir”, explicou a artista sobre o projeto recentemente. A primeira versão do álbum, lançada em março, conta com colaborações de Jerry Smith, Psirico, Thalía, Ivete Sangalo e a britânica Charli XCX.

As expectativas do novo projeto são altas. Fãs esperam parcerias de artistas do porte de Fergie, Little Mix, BLACKPINK e Arca nesta versão. Nomes como Kali Uchis e IZA também aparecem em alguns dos rumores na web. Existe ainda um single do cantor CHAMELEO para sair em feat com a drag queen agora em novembro com um clipe inspirado no filme A Forma da Água. Fim de ano de boas notícias para os Vittar Lovers.

FOTO: Divulgação/Ernna Cost

VOU FICANDO POR AQUI E POR HOJE É SÓ!

ATÉ MAIS!

(Fernando Berenguel)

(Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha e opinião do site e do portal UOL)