A cantora Manu Gavassi (FOTO: Reprodução)

COLUNA DROPS

Por Fernando Berenguel

Passados sete meses desde o término do Big Brother Brasil 20, a carreira de Manu Gavassi segue em alta. Mas não necessariamente no mundo da música. Conseguindo consolidar sua persona de “patricinha da cultura pop nacional”, a artista paulista teve grande repercussão ao apresentar em setembro, o MTV Miaw ao lado de sua amiga Bruna Marquezine, voltou a despontar na parada social da Billboard e ganhou nesta semana um prêmio no People Choice Awards. Ainda nos últimos dias, a artista que chegou a cancelar um show tipo drive-in que realizaria na pandemia, resolveu “ao melhor estilo Rihanna” mergulhar no ramo da beleza ao anunciar maquiagens e esmaltes a preços populares.

Fato é que apesar do momento pedir cautela por causa da crise financeira causada pelo novo coronavírus, as últimas semanas do ano estão aí e até o momento, Manu não indicou aos fãs que vá lançar qualquer grandiosa novidade musical neste fim de 2020. É improvável também que ela consiga superar seu próprio desempenho recente no Spotify: sua parceria com Gloria Groove chegou ao segundo lugar por lá, maior pico na carreira de ambas cantoras. Não é pouca coisa.

Caso realmente queira se projetar como um player real no mercado musical, importante Manu e sua gravadora Universal notarem que Anitta, Ludmilla, Luisa Sonza e Pabllo Vittar, assim como tantas outras cantoras, já se movimentam para lançamentos nesta reta final do ano. A época tradicionalmente é de forte competição com os cantores “queimando cartucho” ao apostar em produtos mais robustos e ambiciosos. Resta saber se Manu, vai apelar por um caminho diferente e optar por uma “saída a francesa” se jogando na área da televisão e streaming. Ao que tudo indica, parece ser o caminho mais provável. Pelo menos por enquanto.

Passados os rumores não confirmados de uma série de “Garota Errada“, que eventualmente seria produzida pela própria Rede Globo, Manu agora se encaminha para uma outra produção que tem tudo para fazer muito barulho. Um seriado intitulado “Condom Ladies”, que segundo o site Purepeople contará com Sheron Menezes e Bruna Marquezine no elenco e vem tendo seus detalhes guardados a sete chaves. Informações extra-oficiais inclusive causaram uma discussão pública entre Manu Gavassi e a jornalista Fábia Oliveira (O Dia) que teria divulgado que a artista paulista estaria de mudança pronta para o Rio de Janeiro. Informação negada prontamente pela ex-BBB.

O mercado da música, obviamente, se mostrou muito diferente desde que Manu surgiu ainda em meados de 2010. Com um timbre marcante e algumas limitações em alcance vocal e na habilidade para dança, o público que busca por firulas em performances talvez não encontrem em Manu suas características favoritas. Porém, importante ressaltar que Manu na verdade já provou tudo que precisava e há quase dez anos: uma das cantoras e compositoras pop pioneiras de sua geração, a ex-BBB pode não ser a melhor cantora ou dançarina do showbiz mas, é sem sombra de dúvidas, uma das mais criativas. O ousado single “Deve Ser Horrível Dormir Sem Mim” pode soar pedante para os haters mas, mostra que existe um potencial tremendo nesta garota de um 1 metro e 53 centímetros.

Uma canção de vingança com referências ao cinema cult, cantada com uma drag queen e que vai além da tríade comercial “sexo-bunda-festa” que sufocam a criatividade de tantos letristas e cantores nacionais. Seria interessante poder ver os próximos passos de Manu em uma indústria que parece moldada para cantoras que não são exatamente como ela. Resta saber se sua criatividade vai encontrar frutíferos caminhos musicais, televisivos ou até algum sucesso comercial no ramo de cosméticos.

A sobrevida em repercussão que sua série na Netflix promete lhe dar agora na pós-fase do BBB20, pode mostrar uma cantora livre de algumas amarras que o mercado insiste em cobrar de suas colegas cantoras. Faltando poucas semanas para o BBB21, resta saber como a patricinha mais querida e odiada da cultura pop nacional vai se encaixar no showbiz tupiniquim. Estou curioso para ver e ouvir.

THIAGUINHO VOLTA AOS PALCOS EM FORMATO INÉDITO

thiaguinho
O músico paulistano Thiaguinho (FOTO: Reprodução)

Após o lançamento da série documental “Tardezinha” na Globoplay, o cantor Thiaguinho já tem data marcada para voltar aos palcos e será no Espaço das Américas que reabrirá sua agenda de shows. Seguindo todas as recomendações dos órgãos públicos, o show do pagodeiro, que já está com ingressos esgotados, integrará o projeto “Edição Limitada” que receberá o público de volta aos shows no formato plateia com mesas isoladas. A apresentação acontecerá no dia 21 de novembro e o artista chega para divulgar o mais recente projeto Vibe.

Com um repertório que inclui as músicas do álbum “Vibe”, como “Deixa Tudo Como Tá”, “Qualquer Versão”, “A Fila Anda”, “Prudente” e “Se Der Rolo”, o artista não deixará de tocar também outros grandes hits, como “Ponto fraco”, “Ainda bem” e “Domingando”. O nome da tour escolhida é o mesmo do novo disco. “Acredito muito em vibração e sou movido por isso”, explica o artista.

RAPPER REVELAÇÃO NO BRASIL

Megan Thee Stallion
A rapper Megan Thee Stallion (FOTO: Reprodução)

Na próxima sexta-feira (20), Megan Thee Stallion lançará seu próximo álbum de trabalho, intitulado ‘Good News’, o projeto conta com 17 faixas e traz parcerias com players importantes do mercado norte-americano como Beyoncé, DaBaby, Big Sean e SZA. Contudo, as novidades não param por aí!

A mesma assessoria que agencia nomes como Luísa Sonza e Pabllo Vittar, irá cuidar da carreira de Megan aqui no Brasil. Resta saber se esse flerte com o Brasil significaria uma aproximação da artista com algum artista nacional ou até com Ludmilla. As duas artistas, vale lembrar, se encontraram em outubro do ano passado durante uma passagem de Lud pelos EUA para compromissos profissionais. Na ocasião, a rapper deu bebida na boca da funkeira que lhe chamou de “irmã”. Para ficar de olho.

Exitoína · Ludmilla e Megan Thee Stallion se encontram para beber nos  Estados Unidos: "Irmãs gêmeas"

FALANDO NELA…

E já que estamos falando de Meghan importante destacar que neste ano, a rapper só ficou atrás de Ariana Grande em número de hits número 1 no Hot 100 da Billboard. Ao todo, a rapper emplacou duas músicas (Savage e WAP) no primeiro lugar da concorridíssima parada norte-americana empatando com ninguém menos que Nicki Minaj e BTS. É a revelação feminina do ano do topo da Billboard.

NÃO DISSE A QUE VEIO

Após o sucesso de “Old Town Road”, o rapper norte-americano Lil Nas X provocou os fãs com um vídeo onde trazia ninguém menos que Michael J Fox em um suposto clipe ao melhor estilo “De Volta Para o Futuro”. Pois bem, o clipe com o astro segue em segredo e o single lançado não empolgou tanto como poderia. Com um desfile exuberante de inúmeros efeitos especiais, “Holiday” mostra o rapper fantasiado como Papai Noel em sua fábrica e fica devendo o principal: um hook musical marcante.

A melodia e o refrão não chegam a ser lá tão interessantes e provam que o rapper terá um longo caminho a percorrer se quiser competir com o próprio sucesso histórico que fez em “Old Town Road”. A nova faixa que é uma das principais apostas da gravadora Sony neste fim do ano após o adiamento do álbum de Adele, segundo projeções iniciais irá estrear próximo da posição #40 do Hot 100 da Billboard. Diante de tanta pressão por um novo sucesso, o músico gay chegou a dar uma entrevista para o youtuber James Charles onde disse que sabe que irá ter “um outro smash hit” na carreira. Só não sabe quando e nem está tão preocupado com isso.

SIMONINHA E JAIRZINHO NA DIREÇÃO

Cantor brasileiro Wilson Simoninha (FOTO: Reprodução)

Os cantores e compositores Wilson Simoninha e Jair Oliveira assinam a direção musical do “Falas Negras” especial do Dia da Consciência Negra que será exibido pela TV Globo nesta sexta-feira (20), às 23h. “Falas Negras” revisita depoimentos e discursos históricos de pessoas que lutaram em causas raciais e pela liberdade desde 1600 até os dias atuais. Entre elas, o poeta e jornalista Luiza Gama, a vereadora Marielle Franco, a cantora Nina Simone e o advogado Nelson Mandela.

O elenco do especial é composto por Taís Araújo, Silvio Guindane, Aílton Graça e Barbara Reis, entre outros atores. Diego Guimarães e Pedro Caldas, da S de Samba, são os produtores musicais.

E POR HOJE É SÓ!

nina simone
A legendária Nina Simone, diva do Soul e do Jazz (FOTO: Reprodução)

Em tempos de Black Lives Matter, a cantora nova-iorquina radicada no Rio, Alma Thomas, convida a brasiliense Ellen Oléria para um encontro com a música de Nina Simone. No tributo que acontecerá na casa Blue Note em São Paulo, 17 versões de clássicos imortalizados na voz de Nina, como “Ain’t got no”, “Feeling good”, “My baby just cares for me” e “Love me or leave me”. A Nina é uma paixão que une as artistas.

• SERVIÇO •
Blue Note SP apresenta Alma Thomas e Ellen Oléria cantam Nina Simone
Data: sábado, 21 de novembro de 2020
Horários:
Abertura da casa – 19h
Sessões 18h00 – 20h30

• INGRESSOS •
R$150 / R$75 meia
(ingressos individuais vendidos em setores)

E EU VOU FICANDO POR AQUI! ABRAÇO E BOA SEMANA! 

(Fernando Berenguel)

(Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha e opinião do site e do portal UOL)