Carreira internacional? Anitta teria pago pra cantar no Ano Novo da Times Square

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

COLUNA DROPS

Fernando Berenguel

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último dia 31, Anitta deu um importante passo em sua carreira internacional. A malandra foi a primeira brasileira a se apresentar no tradicional evento de Ano Novo da Times Square, em Nova York. No entanto, a conquista da funkeira não comoveu o crítico musical Regis Tadeu.

O “estraga-prazeres” de muitos Anitters por aí usou suas redes sociais para publicar um longo texto, onde critica os fãs de Anitta que o marcam em publicações enaltecendo a artista. Logo depois, ele sugeriu que Anitta teria pago para cantar no Ano Novo mais cosmopolita do mundo já que a Times Square é loteada por agências e produtores, que alugam um espaço no local. A afirmação é claro, gerou polêmica na web.

Consolidada no Brasil e pensando no que poderia fazer após já ter dominado o mercado pop nacional, Anitta deu início, oficialmente, à carreira internacional, em maio de 2017, com o lançamento de “Paradinha”. Porém, foi somente três anos depois que Anitta conseguiu emplacar (por poucos dias) uma música na principal parada dos EUA.

Apesar da parceria ser com a estrela feminina número 1 no hip-hop dos EUA, Cardi B, o single “Me Gusta” puxado pro funk brasileiro e pagodão baiano teve uma estreia tímida entre as cem músicas mais consumidas no competidíssimo mercado norte-americano quase ficando de fora, na verdade.

Para efeito de comparação, Anitta se saiu “pior” que quase todos os outros brasileiros que lhe antecederam e despontaram nas paradas estadunidenses. João Gilberto, Corona, Cansei de Ser Sexy, Sergio Mendes e Claudia Leitte já tiveram músicas em posições mais altas que a funkeira. Tudo isto demonstra que Anitta ainda tem um longo caminho a percorrer se quiser competir de igual para igual com players como Becky G, Natti Natasha, Camila Cabello, Jennifer Lopez, Shakira e outras latinas que dominam o filão hispânico nos Estados Unidos e região. Resta se perguntar também se existe algum demérito no fato de investidores terem realmente pago para a cantora se apresentar para um público que ainda não a conhece por completo. Na virada do ano passado, o septeto do BTS se apresentou justamente no mesmo evento em Nova Iorque e como todos sabem, o K-Pop recebe investimentos governamentais fortíssimos da Coreia para custear suas apostas, clipes e projetos. Se Anitta pagou, isto representaria algum grande problema?

TEM ESSA

Para efeito de comparação, vale lembrar que a própria Rosalía, talvez a figura hispânica feminina mais bem quista da atual indústria, pelejou por um tempo até conseguir fazer sua estreia na Billboard Hot 100. A artista catalã que até amargou uma “derrota digital” para Anitta recentemente,  começou a ficar conhecida em 2017 com seu álbum de estreia Los Ángeles

Porém foi somente em junho do ano passado, com a parceria TKN junto do rapper Travis Scott, que a musicista conseguiu estrear na principal parada de single dos EUA. Agora, a artista produz seu próximo álbum (o sucessor de “El Mal Querer”) com ninguém menos que o hitmaker Pharrell, enquanto a nossa funkeira teve seu próximo disco “apadrinhado” pela grife de Ryan Tedder (Adele, Beyoncé e Jonas Brothers). Qual das duas “latinas” será que levará a melhor?

RACISMO ESTRUTURAL?

Nesta segunda-feira (4), a web foi à loucura depois que a revista People revelou que Harry Styles estaria namorando a atriz e diretora Olivia Wilde. O suposto novo casal dividiu opiniões e alguns usuários do Twitter começaram a comparar o tratamento dado ao relacionamento de Harry e Olivia com a amizade entre o astro e a cantora Lizzo.

“Lizzo e Harry Styles poderiam se beijar em público e vocês ainda ficariam tipo: ‘eles são tão bons amigos’. Mas ele segura as mãos de uma mulher branca e de repente estão juntos. Cuidado, seu racismo e gordofobia estão aparecendo”, criticou uma admiradora de Styles. “Então Lizzo e Harry podem segurar as mãos e serem melhores amigos, mas Olivia e Harry não podem? Faça fazer sentido”, pediu outra. Fato é que até para os machos descontruídos que usam vestido, cantam de forma delicada e são queridinhos LGBTs está difícil ser macho.

NIVER DO WHIND

O youtuber e cantor Whindersson Nunes completa 26 anos hoje e só tem motivos pra comemorar. Seu primeiro projeto musical dedicado ao trap, sob o alterego Lil Whind, foi um sucesso no Spotify, com letras engajadas e bem-humoradas. O projeto conta com 11 faixas, e para felicidade do artista, ele emplacou 9 músicas no Top 200 do Spotify Brasil em setembro.

Como perguntar não ofende, uma provocação pode ser feita após a histeria que foi o divórcio do artista. Por qual razão, Whindersson passou tanto tempo reclamando publicamente de depressão no pós-término se todo mundo suspeitava que a web culparia Luisa Sonza pelo divórcio. Faltou realmente tato ou foi mera estratégia de marketing pro triângulo amoroso? De qualquer forma, Luisa e Whindersson já estão livre, leves e soltos com seus novos companheiros e pelo jeito só este site ainda tem alguma preocupação com toda questão. Próximo assunto!

DITADURA DO CORPO

A revelação do sertanejo e ex-BBB Gabi Martins parece ter percebido que para se manter no jogo do atual mercado, ela precisará lidar com críticas e mais críticas sobre seu corpo. Algo com o qual Anitta, Marília Mendonça, Ludmilla e tantas outras lidam ano após ano na carreira. O problema é que a engrenagem atual da indústria faz com que as próprias cantoras lucrem e também sejam reféns desta cobrança por um ideal inalcançável de beleza.

Senão como explicar o sucesso de “Modo Turbo” que tem três figuras femininas esteticamente enxutas com “dérrieres monumentais” e que, explorando ao máximo a sexualização feminina, conquistou o topo do Spotify? Por outro lado, temos cantoras como Gaby Amarantos, Demi Lovato, Cleo, Preta Gil e Manu Gavassi tentando surfar em outras ondas, provocando o mercado por novos padrões de beleza.

Aliás, o recente sucesso de “Deve Ser Horrível Dormir Sem Mim” com um sarado Chay Suede descamisado fazendo contraponto à ditadura do corpo feminino foi uma boa provocação feita pela ex-participante do BBB20 Manu. Como sair de uma estrutura patriarcal de cobrança estética quando as próprias representantes estimulam tal ideia? Enquanto a mulherada tenta responder à pergunta, e eu escrevo estas bobagens, Kevin O Chris pega mais uma breja, Ferrugem come mais um espetinho e Cesar Menotti & Fabiano saboreiam um torresminho…

PERRENGUE CHIQUE

Reforçando seu estereótipo de “patricinha da música pop”, Manu Gavassi passou por um perrengue chique daqueles! Nesta segunda-feira (4), a ex-BBB aproveitava um pacífico passeio de barco com as amigas quando se distraiu com a paisagem em seu aniversário e deixou o celular cair no mar.

A confusão foi relatada nos Stories do Instagram da atriz Bruna Marquezine. “Meu celular está no fundo do mar neste momento. Eu vi uma igreja e falei ‘vamos ali agradecer’. Eu olhei para a igreja e meu celular caiu da minha mão”, começou Manu Gavassi.

O assunto, é claro, divertiu a web que debochou do fato da artista ter ganhos financeiros mais altos que todo mundo. Manu Gavassi inclusive, se prepara neste ano para estrelar uma série na Netflix ao lado de sua parceria de vida e viagens, Bruna Marquezine. A plataforma do streaming, aliás, é uma boa vitrine para a cantora retomar sua carreira musical. O último lançamento da artista bateu diversos players da atual indústria nas paradas e as expectativas sobre o que Manu Gavassi fará daqui pra frente são grandes. O quanto do barulho histérico que o BBB20 lhe proporcionou continuará ecoando e repercutindo?

POCAH NO BBB21

Um burburinho tomou conta das redes sociais indicando algumas peculiaridades nas redes sociais de Pocah. A web vem apontando um aparente desaparecimento da artista, que tomou “chá de sumiço” no Stories e cujo as redes teriam passado a ser administradas mais de perto por sua equipe. Até o momento, os maiores sopros na imprensa dão conta de nomes de figuras masculinas da música nesta edição, o que possivelmente movimentaria um filão que no ano passado rendeu bastante na ala feminina. O frenesi em torno de Manu Gavassi e também Gabi Martins além de Flay, agitou bastante o mercado musical das mulheres. Agora, as apostas para este ano incluem Fiuk e também Nego do Borel e Gustavo Mioto, muito embora estes dois últimos nomes já tenham esfriado um bocado nas conversas pré-programa. A estreia do BBB21 será no dia 25 de janeiro.

O HOMEM QUE DESCOBRIU CHER

Conhecemos alguns casais famosos do mundo musical. Johnny Cash e June Carter, Ike e Tina Turner, James Taylor e Carly Simon, John Lennon e Yoko Ono, e por que não, Roberto de Carvalho e Rita Lee, Jane e Herondy, e mais alguns contemporâneos, Kurt Cobain e Courtney Love, Jay-Z e Beyoncé, Sandy e Lucas Lima, a lista é maior.

Existiu também o casal de músicos Sonny & Cher famosos na década de 60. Hoje são exatos 22 anos da morte de Sonny Bono, que além de músico, produtor, cantor, ator, foi também político. Ele morreu em 05 janeiro de 1998, de ferimentos ao atingir uma árvore enquanto esquiava no Heavenly Ski Resort próximo a South Lake Tahoe, na Califórnia.

Sonny e Cher se conheceram em 1962. Ela era uma adolescente de 16 anos que abandonou o colégio e queria ser uma estrela e ele tinha 28 anos e era assistente do produtor musical Phil Spector. Juntos, eles montaram uma onda de sucessos para o estrelato. Ao longo do caminho eles se casaram e tiveram uma filha chamada Chastity, nascida em 1969.

A parceria da dupla, não se limitava somente à música. Casados oficialmente desde 1964, Sonny & Cher formaram uma das duplas pop mais famosas da década de ouro dos anos 60. O hit “I Got You Babe”, primeiro de uma série de hits da dupla, chegava ao topo das paradas de sucesso inglesas e americanas em 1965, se transformando no principal single da dupla.

(FOTO: Reprodução)

E POR HOJE É SÓ! BOA SEMANA!

Fernando Berenguel

(Com a colaboração de Fernando Antônio, Fernanda Dias, Louise Barbosa e Bruno Barros)

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha e opinião do site e do portal UOL

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio