As cantoras Pabllo Vittar, Luísa Sonza e Anitta (FOTO: Reproduçao)

COLUNA DROPS

Fernando Berenguel

Fofoca por fofoca, a influenciadora Rainha Mattos apareceu com uma das mais quentes da semana. Um milhão e meio de reais. Este seria o preço do grandioso clipe com efeitos 3D gravado em companhia de Pabllo Vittar e Luísa Sonza. A fonte da informação, vale lembrar, tomando todas as precauções possíveis é uma das principais fofoqueiras do showbiz nacional e também amicíssima da funkeira de Honório Gurgel. Até aparecer na série recente da cantora, a fofoqueira apareceu. Será que dá pra confiar num preço tão exorbitante para um clipe num ano de forte crise?

O clipe é realmente estonteante, moderníssimo e muito provavelmente deve ter sido um dos mais caros da videografia nacional recente. Mas, vale lembrar que para o clipe com a rainha do pop Madonna de “Faz Gostoso” em 2019, a funkeira carioca teria que desembolsar 300 mil dólares. Na época, o valor convertido dava um pouco mais de um milhão de reais. E Anitta acabou não embarcando na ideia. Esquisito não é mesmo?

O vídeo de “Modo Turbo” foi idealizado pela dupla paulista ALASKA, formada por Gustavo Moraes e Marco Lafer, duo responsável também pela direção do projeto. O time também dirigiu o clipe super picante funkeado de “Are U Gonna Tell Her”, da Tove Lo e MC Zaac além de alguns clipes para a banda paulistana O Terno.

Os diretores estão de volta ao país após uma temporada no exterior estudando cinema segundo apontou o site Propmark. Queridinha dos publicitários, a dupla deu antes de sua viagem, uma entrevista ao Meio e Mensagem falando sobre os segredos do seu processo criativo.

Mais próxima da rebuscada estética dos games e do cinema, a nova (e bastante ambiciosa) investida de Anitta chama atenção pelo fato de que ela própria canta somente três ou quatro versos da música e não tem muito destaque no clipe. Com uma letra pobre que apela pra gírias como “raba” e “sentar”, chavões que já se tornaram clichê do cancioneiro pop recente, é curioso que Anitta tenha se unido justamente à drag queen mais popular do país e à rainha do Spotify, a gaúcha Luisa Sonza. Ambição das grandes.

A mensagem sugerida fica ainda mais clara, se pararmos pra pensar que Ludmilla vem por aí em breve com uma parceria com Cardi B, um “namorico” não explicado com Megan Thee Stallion, vai estrear na bancada do The Voice e também terá uma série documental sobre sua vida e obra no Multishow. Os próximos tempos prometem uma briga boa no pódio do pop e do funk nacional. Falo mais sobre essa disputa no mercado musical nacional neste link aqui.

70 MIL DÓLARES

Diante do novo clipe caríssimo com Anitta e Pabllo Vittar, internautas resgataram o vídeo de “Sua Cara” (2018) e toda polêmica por trás do antigo projeto que teria custado a bagatela de 70 mil dólares.

Com memes e mais memes na web, muita gente chegou a apontar que o vídeo de “Modo Turbo” seria ainda melhor que o projeto lançado em parceria com Major Lazer no ano de 2018. Já outros resolveram prestar atenção nesta risada de Pabllo Vittar aqui abaixo.

BOBA RABA

Até a cantora sertaneja Paula Fernandes foi para as redes sociais dar suas impressões sobre o novo single de Anitta, Pabllo Vittar e Luísa Sonza. “Modo Turbo é um pop chiclete com um clipe incrível e muito bem criado. A música não tem uma história, mas vence pela batida e pela força das três vozes”, declarou a artista no primeiro tuíte de uma sequência de publicações em sua conta oficial no Twitter.

Realmente com tantas “rabas” e “senta” ficou a impressão, do ponto de vista de composição que faltou um pouquinho mais de história mesmo. E olha que quem está falando é a compositora de “Juntos e Shallow Now”…

COPIA SÓ NÃO FAZ IGUAL

Anitta se fez de rogada durante a coletiva de imprensa de lançamento de “Modo Turbo” ontem (21) quando questionada sobre uma possível inspiração estética e conceitual em “Rain On Me” e também no disco “Chromatica” de Lady Gaga.

O álbum internacional, vale lembrar, é considerado um dos projetos pop mais elogiados dos últimos anos e conseguir resgatar, de maneira bem-sucedida, o conceito de eras das cantoras pop. Chega a ser esquisito Anitta fazer a “peixinha Dory” e simplesmente se esquecer dos detalhes do vídeo original estrangeiro. Será que a aparente amnésia é estratégia de marketing da poderosa?

Imagem

A HORA E VEZ DE LUD

A Rede Globo começou a exibir em sua programação uma chamada do The Voice (especial de Natal) com Ludmilla recebendo um telefonema de ninguém menos que IZA. Junto do sambista Mumuzinho, a funkeira se prepara para estrear como jurada de uma nova versão do programa que contará com velhinhos e velhinhas tentando a carreira musical.

“Ah! Em um ano em que a gente praticamente não pôde se reunir profissionalmente, acho que vai ser um encontro incrível. A expectativa está nível mil, principalmente por ser neste projeto que estou tão ansiosa para começar”, comentou Ludmilla sobre o especial.

O especial de fim de ano contará ainda com as participações de Lulu Santos, Michel Teló, Carlinhos Brown, IZA e Claudia Leitte. Chama atenção logo de cara, a ausência de Ivete Sangalo. O que será que rolou? Bastante estranho.

Família 'The Voice' no especial de Natal — Foto: João Cotta/ Globo
Família ‘The Voice’ no especial de Natal — Foto: João Cotta/ Globo

CANTA E DESENCANTA

Um detalhe importante é que após cerca de 8 anos de carreira, o período de 2021 pode ser a fase de desencantos para Ludmilla. A cantora que foi superada por MC Rebecca no Spotify ainda em 2019, poderá finalmente fazer sua estreia no topo da plataforma de streaming. Para isso, funks com nomes internacionais e sambinhas com medalhões brasileiros, vem sendo planejados pela equipe da artista. Como é possível que uma preta de tanta representatividade e com tantos hits na bagagem nunca tenha chegado ao topo do Spotify?

TÔ CHEGANDO

A campeã de “A Fazenda 12” Jojo Todynho participou na tarde de domingo (20) do programa a Hora do Faro. Ao ser questionada pelo apresentador se aceitaria gravar uma música com Biel em um novo projeto, ela declarou: “Tô fora, vou pra Bangu”.

Rodrigo Faro anunciou que na semana que vem relançará Biel como cantor e aproveitou a presença de Jojo para fazer o convite. Foi o artista da Record TV que lançou Biel como cantor em rede nacional no início de sua carreira. Por esse motivo, o padrinho do artista pretende repetir a dose agora após o fim do reality. Resta saber se vai dar certo…missão que mais parece um trabalho para Hércules…

Biel e Rodrigo Faro no ano de 2016 (DIVULGAÇÃO: Record TV)

ANITTA X ROSALÍA

Se no mercado interno, Ludmilla desponta como um nome forte para concorrer com Anitta em 2021, uma figura europeia desponta como possível “pedra no sapato” para a Poderosa em níveis internacionais. Trata-se da espanhola Rosalía que caiu nas graças de ouvintes ao redor do mundo misturando flamenco com eletrônico e ritmos urbanos. Após o estrondoso sucesso de aclamação do disco ‘El Mal Querer’, a cantora agora se prepara seu sucessor – e o melhor: com produção de Pharrell Williams.

Numa outra ponta está Anitta, outra figura emergente de língua latina que junto de Ryan Tedder promete entregar aos gringos o frescor da música brasileira com muito funk carioca (além de toques de Bossa Nova). Vale lembrar que tanto Rosalía, quanto Anitta, fizeram estreias recentes na Billboard Hot 100 após alguns aninhos tentando aparecer por lá. Resta saber qual nome hispânico vai se dar melhor nos charts dos próximos tempos.

FELIZ 2001

Na noite do último sábado (19), Caetano Veloso transmitiu em seu canal do YouTube uma live especial de Natal. Mas apesar da temática, o artista não deixou de cantar seus maiores sucessos e aproveitou o momento para criticar a desigualdade social no Brasil. “O Brasil é o mais desigual entre os países em desenvolvimento, e os Estados Unidos, mais desigual entre os países mais ricos.”, disse.

No show, Caetano uniu canções de Natal com pedidos de músicas feitos por famosos, anônimos e crianças. O lendário cantor incluiu em seu repertório grandes hits como “Leãozinho”, “Você Não Me Ensinou a Te Esquecer” e “Terra”, além de músicas natalinas como White Christmas”, de Bing Crosby, e “Anoiteceu”. Ao final da performance, o artista também chamou a atenção ao desejar um irônico “Feliz 2001” ao público. Até agora, muita gente ficou sem entender exatamente. Ele se referia ao retrocesso de décadas do país? Alguém me explica por favor?

E POR HOJE É SÓ!

Vou ficando por aqui 🙂 Ate amanhã!

Com a colaboração de Bruno Barros e Louise Barbosa

Fernando Berenguel

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha e opinião do site e do portal UOL