gusttavo lima
O cantor mineiro Gusttavo Lima (FOTO: Reprodução)

COLUNA DROPS

Fernando Berenguel

Eles foram por anos, dois dos astros com os cachês mais altos do país. Nos últimos tempos com valores próximos do meio milhão de reais. A razão para tanto? Safadão e Gusttavo Lima souberam agregar às suas imagens, populares festivais de música que viajavam por cidades espalhadas pelo Brasil. Tanto o Garota VIP quanto o Buteco arrecadam milhões com longas horas de programação e o fator principal: milhares de litros e litros de cerveja vendida para os seus frequentadores. Através dos eventos, Gusttavo e Safadão convidavam colegas, emplacavam cantores empresariados por eles e podiam soltar o gogó com hits dos seus mais de dez anos de carreira. Tudo isto até a chegada da epidemia do novo coronavírus.

A pandemia, essa “verdadeira ceifadora matrimonial” que separou Luísa Sonza, Marília Mendonça e Luan Santana dos seus companheiros, acabou sendo um pouco mais ingrata com Gusttavo Lima. Acontece que a história mostra que apesar do ditado popular, quem é rei pode sim perder sua majestade. Foi somente, o sertanejo anunciar seu divórcio que começaram a surgir os mais variados ataques na web com denúncias de traição envolvendo supostas moças que teriam se relacionado com o cantor. A própria esposa do cantor ajudou a abalar a tríade de “cantor-pai de família e bom marido” ao sugerir que a separação teria sido anunciada de repente no meio da madrugada. Em tempos de sororidade, obviamente não pegou bem.

Um dos tiros na imagem do cantor inclusive, poderia até ser considerado um “fogo amigo”, já que partiu da Record TV, emissora de posicionamento mais conservador, para quem Gusttavo Lima chegou a abrir as portas de sua casa, além de estar supostamente negociando um especial televisionado de fim de ano. Foi Fabíola Reipert, a principal fofoqueira do canal, que anunciou a traição de Gusttavo Lima ao vivo para todo o Brasil no Balanço Geral. Diante da repercussão histericamente negativa em torno do seu nome, até com pacto satânico associaram a imagem do “embaixador”.

E os planos de um programa na TV no fim do ano? Pois bem. O especial com o sertanejo realmente veio mas, não será no canal dos bispos. O jornalista Fernando Rodrigues (Fefito) do UOL confirmou nesta quinta-feira (dia 19) o nome do Gusttavo Lima para o Show da Virada da Rede Globo neste fim de 2020. Esta coluna mixuruca deste site mequetrefe chegou a antecipar os flertes de Gusttavo Lima com a platinada que passaram por um depoimento dado ao Prêmio Multishow vencido pelo artista (pela primeira vez) na categoria de Melhor Cantor além de uma antiga entrevista reprisada no Altas Horas. Vitrine certa num momento urgente na carreira do músico. O bom filho finalmente à casa torna. Para o seu bem.

Resta saber como a imagem de Gusttavo se sairá depois do furacão do divórcio que afeta seus negócios. O músico já tranquilizou os fãs e contrariando rumores de impedimento, apareceu junto dos filhos pela primeira vez desde o divórcio. Já é um caminho bom e saudável. É algo que ajuda a reabilitar uma marca tremendamente desgastada. Um pai solteiro é uma imagem mais moderninha que não está exatamente de acordo com o público cativo mais conservador do cantor. Mas soa infinitamente melhor do que um solteirão mulherengo e cachaceiro ventilado por alguma fontes nesta atual fase do músico. Dentro dessa ideia, algumas perguntas ainda se fazem necessárias. Onde Gusttavo está morando? Como está sendo seu dia-a-dia nesta fase do divórcio? Ele tem conversado com os amigos e familiares?

Paralelo a tudo isso, existe ainda o versátil, engajado e simpático Wesley Safadão que transita bem entre os públicos do forró e sertanejo e recentemente lançou parceria com Claudia Leitte. Com anos de uma parceria bem-sucedida com ninguém menos que a Ambev, o astro cearense ainda foi responsável por chamar pra si a discussão do retorno dos shows em meio à pandemia.

Além disso, foi o único dos astros musicais do país que passou incólume por rumores de fim de casamento que abalaram até Ivete Sangalo. O músico como muitos famosos, já teve problemas conjugais expostos a exaustão na mídia. Mas isto já são águas passadas. O novo Safadão está muito bem casado, obrigado, seus filhos muito bem amparados e o corpo, está de fazer inveja. E a imagem nesse meio artístico, sendo do tanquinho ou da família, como se sabe, é tudo.


Voltando ao Safadão engajado: durante uma live no mês passado, o músico fez um polêmico apelo ao governo sobre a volta dos shows no país. “Aos governadores, ao prefeitos de todas cidades: Olhem um pouco para o entretenimento”, disse. E ainda afirmou: ”Não pode fazer show, mas pode fazer comício; não pode fazer show, mas praia tá lotada; não pode fazer show, mas os cabarés estão funcionando”. Agora numa entrevista ao UOL, o músico se justificou: “Não quero ser o salvador da pátria, mas não estou fazendo só por mim. Eu tinha até opção de ficar quieto e não levar críticas. As pessoas perguntam: ‘Achou a cura?’ Eu digo: Nos shoppings acharam a cura? E nos aviões? E na praia?”. Safadão, convidou a opinião pública para o debate e a discussão para si, ao contrário de Gusttavo que só reclamou, reclamou e acabou voltando aos palcos num show fechado com aglomeração para membros do governo federal. Soou controverso.

Os ventos que estão soprando nas eleições americanas e por aqui são de renovação. Artistas mais do que nunca precisam mostrar engajamento. Os tempos pedem mais igualdade. E o momento não pede cloroquina ou armamento, ideias defendidas por Gusttavo recentemente. Será que o embaixador sertanejo vai saber se adaptar aos novos tempos que se apresentam?

MERCADO DE SHOWS

Como ficará o mercado de shows ficará quando a vacina do novo coronavírus começar a ser distribuída? Os jovens saudáveis, um dos principais público alvo do mercado de shows, somente serão vacinados (em sua totalidade) no ano de 2022 segundo previsões da Organização Mundial da Saúde. Fica o recado para os organizadores de evento começarem a mexer os seus pauzinhos até lá. O Espaço das Américas em SP já retornou com o formato das mesas isoladas enquanto no Sul, exportado da Europa, estreou o primeiro espaço para shows com isolamento social do país. Já deve ter muita gente quebrando a cabeça.

NÃO PODE

O colunista Leo Dias (Metrópoles) relatou a aflição e temor dos funcionários da Som Livre diante do possível desmantelamento da empresa com a venda para um possível comprador europeu. Importante destacar que para aparecer, o artista hoje não precisa necessariamente da Globo e consegue consolidar uma carreira fora do canal e de sua gravadora.

Globo anuncia venda da gravadora Som Livre
(FOTO: Reprodução)

O único porém, é que mesmo com as saídas de Gusttavo Lima, Henrique & Juliano e Luan Santana da empresa nos últimos tempos, a Som Livre ainda tem inúmeros players tipo “peso pesados” no seu catálogo como Wesley Safadão, Marília Mendonça, Alexandre Pires, César Menotti & Fabiano, Jorge e Mateus, Maiara e Maraisa, Maria Gadú, MC Kekel, Michel Teló, Raça Negra, Thiaguinho e Xand Avião. Como ficam todos estes? E os outros contratados da gravadora?

Importante destacar que segundo Leo Dias, os funcionários ficaram sabendo da decisão de que o Grupo Globo irá ofertar a gravadora no mercado antes mesmo da empresa ser vendida. Irresponsabilidade de alguém que certamente abriu a boca antes da hora. Como ficarão os artistas, funcionários e as equipes?

LAUANA NO REALITY DO VILLA MIX

O terceiro episódio de “Próximo Nº1 VillaMix” trará a força da voz feminina no sertanejo! Lauana Prado comanda na noite deste sábado (21) o terceiro episódio do reality show musical para descobrir a nova estrela do gênero musical, e o público pode acompanhar ao vivo no Multishow, a partir das 22h.

Lauana Prado
Cantora sertaneja Lauana Prado (FOTO: Reprodução)

O canal também transmitirá os próximos episódios do reality, sempre aos sábados, a partir das 20h, e a grande final, no dia 12 de dezembro.
Produzido por Brahma e Villa Mix, em parceria com Endemol Shine Brasil, Africa e Draftline, o programa mistura reality show com apresentações musicais. E a audiência é a grande jurada, votando em seus candidatos prediletos e garantindo para eles uma vaga na grande final, quando irão representar seus grandes ídolos. A decisão trará grandes nomes do sertanejo se apresentando com os seus times, em um episódio inédito e com muita música boa, no próximo dia 12 de dezembro.

MENOS DISNEY

No ano mais importante pro setor do streaming até aqui, o Disney Plus chegou ao Brasil, um dos principais mercados no mundo, já com uma grande polêmica! Um dos produtos mais aguardados, o musical fenômeno Hamilton, está disponível na plataforma sem legenda ou dublagem. A Disney justificou que não iria traduzir a obra por uma “decisão criativa”.

O musical Hamilton (FOTO: Reprodução)

Vai ficar complicado pra plataforma tentar rivalizar com a gigante Netflix já chegando ao país com um posicionamento tão unilateral. A plataforma ainda justificou que o musical não terá legenda para os outros países da América Latina também. Chega a ser inacreditável, a pretensão dos investidores em ignorar o potencial de consumo dos brasileiros. A decisão, é claro, apequena a plataforma fazendo a marca “queimar largada” logo na chegada.

MÚSICA PARA TEMPOS RUINS

A estrela australiana Sia divulgou o trailer do filme idealizado por ela, com um vídeo de pouco mais de um minuto. A artista co-escreveu o musical com o autor de livros infantis Dallas Clayton, e o filme é baseado em um conto que a própria hitmaker de “Chandelier” escreveu ainda em 2007.

Sia
A cantora australiana Sia (FOTO: Reprodução)

A multifacetada artista anunciou o filme há quatro anos no Festival de Veneza e o longa-metragem é estrelado por Kate Hudson, Maddie Ziegler e Leslie Odom Jr. O projeto conta a história de uma menina autista chamada Music que recebe cuidados de sua meia-irmã traficante de drogas. Após adiamentos, o filme tem previsão de lançamento em fevereiro nos Estados Unidos. A julgar pelo trailer, o atraso na divulgação pode ter sido muito oportuno. Um musical altruísta num momento tão pra baixo talvez seja o que o mercado do cinema precise quando a Coronavac sair.

E POR HOJE É SÓ!

Uma das parcerias ventiladas e mais especuladas para a versão Deluxe do 111 de Pabllo Vittar era a do quarteto britânico Little Mix. No clipe animado do Rajadão, inclusive, um possível easter egg trazia a figura de um quarteto nos céus, o que muita gente desconfiou se tratar duma confirmação da parceria da cantora com a girlband.

Com o possível disband do Little Mix resta saber como ficarão as parcerias do novo projeto da drag queen maranhense. O projeto contará com duas faixas inéditas além dos remixes e novas versões com outros produtores e cantores ao melhor estilo Club Future Nostalgia da Dua Lipa. A funkeira Pocah já foi confirmada na nova versão. Resta saber quem serão os tantos outros nomes. As informações devem ser divulgadas muito em breve.

E EU VOU FICANDO POR AQUI! ABRAÇO E BOA QUINTA! 

Fernando Berenguel

(Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha e opinião do site e do portal UOL)