mc zaac
O funkeiro paulistano MC Zaac (FOTO: Reprodução)

Dono dos hits “Are you Gonna Tell Her” com Tove Lo e “Bola Rebola” com Anitta, o paulista Mc Zaac é um dos nomes mais quentes – em todos os sentidos – quando o assunto é o funk no Brasil. Depois de se apresentar ao lado da sueca Tove Lo no “Popload Festival” e ensiná-la o quadradinho, Zaac resolveu apresentar às irmãs Simone e Simaria, um pouco do seu mundo em “Tá que Tá”, novo single do funkeiro.

Diferente de tudo o que as sertanejas já fizeram, a faixa tem tudo para dar certo ou muito errado. Com trechos em espanhol e uma batida sensual – como de costume quando se trata de produções do hitmaker Zaac – o single pode causar estranheza para os fãs da dupla que estão acostumados com suas melodias sertanejas.

Numa entrevista ao site, Mc Zaac fala sobre a escolha das coleguinhas para o seu novo som, novas parcerias e se há chances de uma nova colaborações com Anitta. Confira:

– Zaac, você quem escreveu a música “Tá que Tá”? As coleguinhas ajudaram na composição?

Essa música foi escrita por mim,  Tierry e Cabrera. É uma canção animada, que mistura funk, sertanejo e reggaeton, com melodia única. Adorei gravá-la!“.

Por qual motivo você escolheu uma dupla sertaneja para fazer parte de um som tão caliente e diferente do que Simone e Simaria fazem?

Justamente para trazer algo inesperado ao público. Eu adoro surpresas e adoro inovar sempre, por isso a escolha da Simone e Simaria. Elas são maravilhosas e agregaram demais, foi uma parceria linda!“.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

De quem veio a ideia de cantar em espanhol? Você arranha nessa língua também?

Veio porque eu queria trazer referências latinas na canção e o espanhol ajudou nisso, ele trouxe uma pegada caliente e gostosa de ouvir. Sobre arranhar espanhol, sim, arranho também hahahha. Estou estudando inglês agora. Meu trabalho pede isso e estou adorando. O aprendizado me motiva muito. Quem sabe eu não aprenda outras línguas depois também?“.

– Você acredita que “Tá que Tá” vai agradar ambos os fãs – os do funk e do sertanejo?

“Sim, acredito. A mistura de gêneros sempre une os fãs e torna tudo ainda mais forte e especial. Estou recebendo feedbacks ótimos do meu público e do público das coleguinhas”.

Já tem performance com os três agendada?

“Fizemos uma apresentação em evento da Universal Music na semana passada. Novas performances serão surpresas ao público. Aguardem!”

Você vem numa pegada de lançar sons experimentais, não? Primeiro arriscou ao lado de Tove Lo em inglês, agora tem faixa em espanhol… Qual seria uma próxima vontade sua para incrementar ao beat do funk?

“Tenho muita vontade de trazer sempre coisas novas, como eu disse acima, isso me instiga, eu adoro sair do eixo comum e me arriscar. Acho que hoje nós artistas têm espaço para isso e assim, conseguimos mostrar mais nova versatilidade musical. Sobre próximas novidades, 2020 trará “Rebolada Bruta”, com Claudia Leitte e “Marionete”, com Luísa Sonza”.

– Uma nova parceria com Anitta ainda é possível?

“Sim, claro. Ela é uma parceira, aprendo muito com ela e sou grato pelas oportunidades que ela me proporcionou”. 

– Se você pudesse escolher um nome para o feat. dos seus sonhos, quem seria este?

“Adoraria fazer feat com a Beyonce! Já pensou? Se não for para sonhar grande, eu nem sonho! haha”