Luan Santana celebra 30 anos de vida e agradece Hebe Camargo: “Você me trouxe sorte!”

Em entrevista exclusiva ao Observatório de Música, o cantor falou sobre música, sucessos, Hebe Camargo, e carreira internacional.

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você com certeza se recorda de alguma celebridade que já deu uma bitoca na boca de Hebe Camargo. Considerada a maior apresentadora da TV brasileira, por seu antigo programa passaram nomes de astros mundiais da música, como Shakira, Laura Pausini e Julio Iglesias. Acontece que, nas décadas de 80 e 90, o sofá da loura no programa Hebe do SBT (1986-2010), se tornou um verdadeiro celeiro de talentos e foi justamente por lá que passou um cantor de 18 anos conhecido como Gurizinho de Jaraguari.

Este jovem sul-mato-grossense, aliás, deixaria sua marca na TV brasileira como um dos únicos talentos a ter dado mais do que um selinho na boca de Hebe. Neste vídeo abaixo, dá pra se ter apenas uma ideia do “Toque de Midas” do beijo de Hebe ao apresentar, junto de Zezé Di Camargo e Luciano, um jovem músico para todo o Brasil. Jovem este, que é claro não passou incólume, ao ter uma casquinha tirada pela apresentadora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E justamente na semana em que Hebe Camargo celebraria 92 anos de idade se estivesse viva, outro nome também completa mais um ciclo na jornada: o astro pop número 1 nas rádios do Brasil, o cantor Luan Santana. E desconfio que a madrinha da carreira de Luan estaria bastante orgulhosa se soubesse o que seu apadrinhado fez nestes tempos tão complicados pelos quais o país vem passando. Com mais de 750 mil reais doados para a região do Pantanal, profissionais autônomos com trabalhos divulgados nas redes do cantor e uma live repleta de selinhos entre casais de diversos gêneros, Luan foi o sertanejo mais engajado nestes tempos de pandemia. Com 13 anos de carreira e completando 30 anos de vida, o Observatório de Música faz uma entrevista exclusiva com o sertanejo mais queridinho do país, numa conversa sobre música, sucessos, Hebe Camargo e carreira internacional.

Nesta semana, em 8 de março, foi celebrado o Dia Internacional das Mulheres. Algumas pessoas se surpreenderam com sua postagem nas redes sobre o assunto. Quem são as mulheres mais importantes da sua vida?

Luan Santana“Todas as mulheres que eu postei são mulheres que fazem parte da minha vida e deixei claro que cada uma representa outras tantas deste mundo. Mulheres fortes, importantes e que marcam meus dias e que representam e influenciam cada uma no seu papel”.

Sua live em benefício da região do Pantanal arrecadou mais de meio milhão de reais. Qual a importância do local para o país na sua opinião? De quem foi a ideia para a criação da música ‘Um Grito Entre as Cinzas’?

Luan Santana“O Pantanal faz parte da minha vida. Sou nascido em Campo Grande. As minhas melhores memórias são neste local. É um lugar que me remete paz. Além de ser brasileiro, cidadão, nascido e criado no Mato Grosso do Sul, artista, formador de opinião, me senti no dever e na obrigação de socorrer este meu pedaço de chão, o nosso paraíso e um dos maiores biomas do Planeta.. A união faz a força! A música é uma parceria minha e do Matheus Marcolino e foi composta, especialmente, para ser o tema do movimento [O Pantanal Chama]“.

Você foi considerado o sertanejo que mais se engajou nesta fase complicada do país: com uma live que valorizou a diversidade, com uma ajuda virtual aos profissionais autônomos afetados pela crise e com a live para a região do Pantanal. Você acredita que os artistas precisam se engajar socialmente?

Luan Santana“Sem dúvida, temos o poder de usar nossa voz, para ajudar os mais necessitados. Nesta fase de pandemia, muitas pessoas perderam seus empregos, além da crise sanitária que afeta o país há quase um ano. Como artistas, temos que nos engajar ainda mais, em ajudar. Juntos somos mais fortes!“.

Da nova geração do sertanejo, você é o compositor que mais emplacou sucessos nas rádios nos últimos 10 anos. Qual a principal diferença na hora de cantar e escrever um hit?

Luan Santana – “O amor é o que me move e falar dele é uma bênção. Inspiração pra isso são as histórias e os maravilhosos causos que escuto. O público se identifica quando aquela letra é o que ele vive ou já viveu. Na hora de cantar, vc tem que interpretar, todo amor retratado na letra e na hora de escrever, é como falei acima, pensando no que as pessoas vivem, para que elas se identifiquem. O segredo de um hit está aí.”

Sua música Asas, tem influência do pop gringo do The Weeknd. O que você mais admira no cantor? Ela fará parte do seu novo disco em nova casa ou é um single avulso?

Luan Santana“Sim, a produção usa The Weeknd como referência. Toda a produção foi com sintetizadores dos anos 80, fonte que tenho recorrido bastante nos meus últimos trabalhos. No som da bateria, a caixa com muito reverb, guitarra com um timbre oitentista. Sobre fazer parte de um novo trabalho, não.”

Muito vem se falando sobre uma possível internacionalização da sua carreira. Foi por isto que você mudou seu visual recentemente? Você é fluente em outras línguas?

Luan Santana“Sim, o visual segue bem essa tendência do que desejo para a minha carreira…os próximos passos. Falo bem outros idiomas, estou estudando espanhol.”

No ano de 2014, você participou do remix do hit latino “Bailando”, juntamente com Henrique Iglesias. Como foi o recente acampamento criativo no México? Os fãs podem esperar algo na mesma linha?

Luan Santana –  “Foi um grande aprendizado. “Bailando” é um hit. Letra, melodia, muito boas.  O Henrique é um grande parceiro. Os fãs podem esperar muita coisa bacana por ai nos próximos tempos”.

(FOTO: Divulgação)

VEJA MAIS: Após vexame no BBB, Karol Conká some das redes sociais; saiba mais!

Se o Luan dos 30 anos de idade pudesse dar um conselho para o Gurizinho de Jaraguari quando ele tinha 14 anos e gravava sua 1ª canção, qual seria?

Luan Santana“Gurizinho, só quem sonha consegue alcançar. Insista, persista e não desista. Se mantenha firme no seu propósito. Deixe a música falar mais alto. Corra atrás deste sonho, que, lá na frente, você vai alcançar um Brasil todinho pra você. Com crianças, idosos, adultos, chamando o seu nome e te fazendo ser amado.

O que os fãs podem esperar nesta sua nova fase na Sony Music?

Luan Santana“Certa vez, um crítico me chamou de ‘hors-concours’. Foi um dos maiores prêmios que recebi na vida, ler um especialista analisando você desta forma, dizendo que eu ‘gravito’ e não preciso mais estar no topo. Para fazer jus a esta responsabilidade, eis que decidi mudar. E a assinatura com a multinacional Sony Music é para me fazer assim, do jeitinho que ele escreveu. Quero escrever esta nova história com os meus fãs e conquistar o mundo que, junto com a Sony, vão me ajudar a mostrar a música e o romantismo do Brasil pro resto do mundo.”

O colunista Flávio Ricco do R7 e o cantor Almir Sater recentemente defenderam a possibilidade de você estrelar o remake de Pantanal. Você já comentou que toparia participar da novela se recebesse o convite. Você conhece a história da novela? Acredita que conseguiria conciliar com a carreira na música?

Luan Santana“Se eu recebesse o convite, sim, com certeza. Eu gosto muito de atuar, apresentar. Acredito que, sim. Além de ter sido um clássico da televisão, a novela tem total referência com as minhas raízes e o local em que tenho as melhores lembranças da minha vida”.

Se você pudesse mandar um recado para Hebe Camargo, nestes 92 anos de sua história, qual seria sua mensagem?

Luan Santana“Obrigado! Obrigado por meu primeiro programa de TV ter sido em sua companhia, por você ter sido a minha madrinha. Você me trouxe sorte! Gratidão por ter te conhecido!

(FOTO: Reprodução/SBT)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio