Novo “amigo” de Anitta acumula polêmicas de racismo com vencedora do BBB e Maju Coutinho

Rodrigo Branco também implementou o polêmico Tá Na Band que rendeu processos à emissora

Publicado em 4/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Das voltas que a vida dá! Alguns fãs de Anitta estão quietinho quietinhos nas redes sociais. Tudo porque, a poderosa posou ao lado do polêmico empresário Rodrigo Branco durante sua estadia em Orlando na Flórida. O magnata que atualmente trabalha no ramo do turismo teria sido um dos responsáveis por ajudar Anitta e sua turma a alugarem uma casa durante sua estadia na região. Em fotos dos últimos tempos nas redes sociais, Rodrigo surge com outros famosos como Claudia Leitte e a cantora Simone Mendes.

(FOTO: Reprodução Instagram)
(FOTO: Reprodução Instagram)
(FOTO: Reprodução Instagram)

Num passeio pela Disney, a funkeira carioca posou ao lado do antigo diretor do Tá Na Band programa que encerrado em meados de 2014, trouxe muita dor de cabeça para a vida de alguns dos seus realizadores. Entre as polêmicas mais delicadas que passaram pelo programa, consta uma de acusação de assassinato envolvendo um colega do cantor MC Daleste chamado MC Bio G3. Vale ressaltar, porém, que apesar de ter sido implementado por Rodrigo Branco em agosto, o diretor saiu do programa em setembro de 2014, ficando somente um mês no cargo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo reportagem da redação do Na Telinha na época, o programa implementado por Rodrigo Branco e apresentado por Luis Bacci teria convidado o músico MC Bio G3 para falar sobre o assunto e somente no ao vivo, é que o funkeiro teria entendido que estava sendo tratado num programa de TV para todo Brasil como suspeito do assassinato. MC Bio G3 até chegou a receber um convite para voltar à extinta atração da Band mas não topou participar. “Eu não fui lá (Luiz Bacci) de novo, porque não quis. Ele já deu muita audiência em cima de mim. Ele me chamou pra dar entrevista, mas me usou de forma enganosa. Eu recebi ameaças de morte, depois de ter sido chamado de suspeito de matar o Daleste lá” disse o músico posteriormente ao programa da Sônia Abrão segundo apurado pelo NaTelinha.

(FOTO: O músico MC Bio G3)

ACUSAÇÃO INDEVIDA DE PROSTITUIÇÃO

Outra polêmica envolvendo o programa implementado por Rodrigo Branco foi o de uma mulher que teria sido chamada de prostituta na extinta atração da Bandeirantes. Segundo nota do jornalista Gabriel Vaquer no Observatório da Televisão, a Band foi condenada a pagar uma indenização de R$ 60 mil para uma mulher que teve sua imagem usada de forma ofensiva e indevida no extinto programa Tá na Tela, apresentado por Luiz Bacci na emissora paulista em 2014. A mulher também tentou uma indenização apenas do apresentador, hoje na Record TV, mas não obteve êxito. Segundo o processo, que corre em segredo de Justiça mas que o Observatório da Televisão teve acesso, a mulher foi chamada de “infiel e garota de programa” pela atração no dia 2 de outubro de 2014. O programa mostrava uma reportagem sobre infidelidade.

(FOTO: Reprodução Band)

CASOS DE SUPOSTO RACISMO COM THELMINHA E MAJU

Por fim, Rodrigo Branco foi assunto durante o pós-programa do BBB20 após a vitória da médica anestesiologista Thelma Assis. Em um papo sobre BBB, o guia turístico dos famosos afirmou que torcia por Rafa e chegou chamar Thelma de “negra coitada”. “A Thelma nem pensar. Gente, posso falar uma coisa? Torcer pela Thelma é racismo”, iniciou Rodrigo, sendo repreendido por Jude: “Que? Você vai ser bastante criticado”. Logo em seguida o jornalista tenta se explicar. A seguir, Rodrigo começa a falar de âncora do Jornal Hoje, Maju Coutinho. Segundo o ex-diretor do programa Muito Mais, a jornalista é “péssima apresentadora”.

Procurada para comentar o assunto, a assessoria de Anitta ainda não se manifestou sobre a polêmica nova amizade da funkeira. Se assim o fizer, esta nota será atualizada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio