alok
O músico goiano Alok (FOTO: Reprodução)

O músico goiano Alok não aprovou os recentes comentários de Roberta Miranda que chegou a afirmar acreditar que o trabalho de um DJ se limitaria a somente “apertar o botão”. Sabendo que a mensagem da sertaneja não teve intenção de ofendê-lo, o DJ brasileiro fez questão de responder a declaração da cantora.

Eu acredito que ela não falou isso com o intuito de me ofender, até porque ela aparenta ser uma pessoa muito bem-humorada. Mas eu acho importante levantar esse ponto, porque tem muito preconceito em relação ao trabalho do DJ”, afirmou Alok, por meio dos Stories.

VEJA TAMBÉM: Anitta grava clipe de novo álbum com Ludmilla e Snoop Dogg

“Meus pais são DJs há mais de 20 anos. Eu sei o quanto fui motivo de piadas nas escolas quando dizia que meus pais eram DJs, porque ninguém entendia, por isso eu não culpo ela. Talvez, não faça parte da realidade dela”, revelou o produtor e DJ goiano.

Ainda na postagem, Alok contou também que passou mais de três meses para produzir sua nova música, “All The Lies”, e explicou que sua profissão envolve processos de criatividade e desenvolvimento de letras. “Passei um dia inteiro no estúdio para aí então ir no Faustão e apertar o play”, disse.

VEJA TAMBÉM: Trilhas de “Nasce Uma Estrela” e “Bohemian Rhapsody” estão entre os álbuns mais vendidos de 2018

Antes de terminar seu discurso, Alok ainda convidou Roberta Miranda para tocar com ele. “Gostaria muito de dividir o palco com ela, para ela entender mais meu trabalho”, concluiu.

“Como tem gente chata nessa rede social. Ainda bem que 90% é de pessoas educadas. Eu perguntei, é um direito meu. Qual o problema? Perguntei qual o trabalho do DJ. Poderia ter dado um Google? Poderia, mas nem sempre é aquilo que eu quero saber. Qual o problema? Cadê a ofensa nisso? Em lugar nenhum”, defendeu-se Roberta Miranda.

E acrescentou: “Quem respondeu que o trabalho do DJ é só apertar um botão foi um de vocês, não fui eu. Mas que chatice, hein? Vou continuar perguntando quantas vezes eu quiser. Graças a Deus que 90% tem mãe, pai, são educados e têm formação. Agora, 10% deve ter sido dado em árvore. Tá louco”, reclamou a sertaneja.