anitta
A cantora fluminense Anitta (FOTO: Reprodução)

De acordo com informações do jornal “Extra”, o dançarino e modelo Rodrigo Motta, de 28 anos, que participou do clipe de “Vai Malandra”, de Anitta morreu no Rio de Janeiro na última segunda-feira, (dia 9).

O artista foi vítima de um assassinato no Bar da Laje, no Vidigal, onde trabalhava como bartender. Ainda segundo informações da publicação, um morador da região, que optou por não se identificar, relatou uma briga. Procurada, a Polícia Militar afirmou ainda não ter ainda informações sobre o caso. Anitta se manifestou sobre o assunto nas redes sociais, criticando a banalidade com a qual a violência vem sendo tratada no Rio de Janeiro.

“Meus sentimentos à família e aos amigos de Rodrigo Motta que participou do meu clipe de Vai Malandra. Recebi essa notícia pela internet e fiquei estarrecida. Matar ou morrer virou algo banal no Rio de Janeiro. Isso tem que acabar”.

Uma fonte que é moradora da comunidade do Vidigal, que não quis se identificar, afirmou que Rodrigo teria se envolvido em uma briga na semana passada e que a morte teria sido motivada pela revanche.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

O bartender teria levado tiros no pé e na perna, seguido de agressões. Levado para o hospital, Rodrigo não resistiu aos ferimentos. No clipe de “Vai Malandra”, Rodrigo aparecia de sunga vermelha passando óleo em mulheres, que usavam biquínis de fita isolante. Após sua participação, o dançarino viu propostas de trabalhos como modelo aumentarem: “Está bombando, mas sigo trabalhando no Bar da Laje”.

View this post on Instagram

Olha o que eu achei aqui pra vcs???

A post shared by ???????? ?????? (@rodrigomotta021) on