ladygaga
A cantora estadunidense Lady Gaga (FOTO: Divulgação)

Lady Gaga deu o pontapé inicial em sua nova fase na carreira nesta sexta-feira (dia 28), com o lançamento de “Stupid Love”. A faixa, que marca seu retorno ao electropop, chegou ao primeiro lugar do iTunes em 50 países.

A música inédita, acompanhada do clipe filmado na câmera do iPhone, garantiram toda a atenção da mídia. O POPLine reuniu algumas das principais críticas da mídia estadunidense a respeito do novo single da cantora. Confira:

NME:
“É uma ressurreição gloriosa da estrela pop mais estranha do século XXI e um raio iridescente de um hino pronto para eletrificar a pista de dança”.

Slant Magazine:
“‘Stupid Love’ parece o produto de um artista adulto tentando atrair uma base de fãs que ela aparentemente acredita que ainda é composta de desajustados adolescentes”.

Standard:
“É o retorno da Gaga clássica. ‘Stupid Love’ é um estrondoso e eufórico pisão de synth-pop, repleto de ganchos que remetem ao seu subestimado álbum de 2013 ‘ARTPOP’ – nunca será uma coisa ruim”.

The Fader:
“Com o lançamento do primeiro single de seu sexto álbum, Lady Gaga tenta retornar ao auge comercial de seus dois primeiros álbuns, voltando ao mundo do pop EDM”.

USA Today:
“Lady Gaga faz retorno sólido ao pop com o single ‘Stupid Love’. Mother Monster está de volta em toda sua glória teatral e desconcertante”.

Billboard:
“Mother Monster está de volta. E, cara, como os little monsters sentiram sua falta”.

Yahoo:
“A faixa é o clássico de Gaga: grandiosa, brilhante e estrondosa, com produção eletrônica no estilo dos anos 80 e um refrão hino”.

Bloodpop e Tchami foram alguns dos nomes que trabalharam em “Stupid Love”, o que nos traz mais algumas pistas sobre o novo disco da cantora. Bloodpop é um dos autores e produtores da faixa de tropical house “Sorry”, de Justin Bieber, além de outras músicas do badalado “Purpose” (de 2015). Esta também é a primeira vez que o produtor dos produtores, o sueco Max Martin, assina uma faixa de Lady Gaga. O músico europeu que nos últimos anos chegou a ser premiado com o “Nobel da Música” foi um dos co-autores da canção.

Raramente nos holofotes, Martin é responsável por alguns dos maiores clássicos da música pop mundial como “Baby One More Time”, “Oops! I Did It Again”, da Britney Spears; “Larger Than Life” e “I Want It That Way”, dos Backstreet Boys; “Domino”, da Jessie J; “Confident”, da Demi Lovato”, “I Kissed a Girl” e “Roar”, da Katy Perry, entre diversas outras canções.

“Ele é um produtor incrível. Nunca havia trabalhado com ele antes, eu sempre fui tipo ‘eu escrevo minha própria música, eu mesma produzo, não preciso trabalhar com Max, não é?’. E eu decidi deixar de ser uma babaca, finalmente o conhecer e sabe? Basicamente eu cantei em cima de uma canção que o Bloodpop havia feito. Mandamos o que eu cantei para Max, ele escolheu algumas partes, me devolveu, eu escrevi as letras e usei a melodia que ele escolheu e juntamos tudo quando fui ao estúdio dele”, explicou Lady Gaga para a rádio Beats 1 sobre os bastidores da canção. “Eu olhei para ele e disse ‘é isso o que eu tenho para você’ e para mim, esta música se mantém de pé sozinha, com uma grande melodia, e se você a tocar no piano ainda soa sucesso. E ele amou, pediu para eu entrar na cabine. Aqueci a voz, gravei e o a ‘Stupid Love’ que você está ouvindo é a que foi feita naquele dia”, continuou.