ladygaga
A cantora estadunidense Lady Gaga (FOTO: Divulgação)

O clipe de “Stupid Love” está no ar. O vídeo foi bastante comemorado pelos fãs pois, marca o retorno de Lady Gaga ao electropop depois de anos dedicados a outros gêneros. A cantora retomou o visual exótico do começo da carreira para lançar o single nesta madrugada simultaneamente na MTV e em seu canal no YouTube. A produção foi inteiramente filmada no novo celular da Apple, o iPhone 11 Pro.

A nova faixa chega mais de dez anos após o maior hit pop de sua carreira, “Bad Romance”, cujo clipe acumula 1,1 bilhão de visualizações somente no YouTube. E também depois de longa pausa de nada menos que sete anos sem um álbum totalmente dedicado ao pop. Além disso, a recepção do disco “Artpop”, em 2013, foi mais fria desanimando parte do público e crítica.

Já os discos sucessores da cantora antecessores “Joanne”, de 2016, e “Cheek to Cheek”, de 2014, mostraram um lado com uma sonoridade mais orgânica de Lady Gaga dedicada ao jazz, country, soft rock e pegadas acústicas.

Bloodpop e Tchami foram alguns dos nomes que trabalharam em “Stupid Love”, o que nos traz mais algumas pistas sobre o novo disco. Bloodpop é um dos autores e produtores da faixa de tropical house “Sorry”, de Justin Bieber, além de outras músicas do badalado “Purpose” (de 2015). Esta também é a primeira vez que o produtor dos produtores, o sueco Max Martin, assina uma faixa de Lady Gaga. O músico europeu que nos últimos anos chegou a ser premiado com o “Nobel da Música” foi um dos co-autores da canção.

VEJA TAMBÉM: Menina que é idêntica à Rihanna viraliza na web e se torna garota propaganda de marca de beleza

Raramente nos holofotes, Martin é responsável por alguns dos maiores clássicos da música pop mundial como “Baby One More Time”, “Oops! I Did It Again”, da Britney Spears; “Larger Than Life” e “I Want It That Way”, dos Backstreet Boys; “Domino”, da Jessie J; “Confident”, da Demi Lovato”, “I Kissed a Girl” e “Roar”, da Katy Perry, entre diversas outras canções.

“Ele é um produtor incrível. Nunca havia trabalhado com ele antes, eu sempre fui tipo ‘eu escrevo minha própria música, eu mesma produzo, não preciso trabalhar com Max, não é?’. E eu decidi deixar de ser uma babaca, finalmente o conhecer e sabe? Basicamente eu cantei em cima de uma canção que o Bloodpop havia feito. Mandamos o que eu cantei para Max, ele escolheu algumas partes, me devolveu, eu escrevi as letras e usei a melodia que ele escolheu e juntamos tudo quando fui ao estúdio dele”, explicou Lady Gaga para a rádio Beats 1 sobre os bastidores da canção. “Eu olhei para ele e disse ‘é isso o que eu tenho para você’ e para mim, esta música se mantém de pé sozinha, com uma grande melodia, e se você a tocar no piano ainda soa sucesso. E ele amou, pediu para eu entrar na cabine. Aqueci a voz, gravei e o a ‘Stupid Love’ que você está ouvindo é a que foi feita naquele dia”, continuou.

“Stupid Love” já foi lançada com um clipe de toques Sci-fi e a inspiração é em games. Confira:

Um detalhe que deixou os fãs com a pulga atrás da orelha é uma possível dica sobre o álbum da cantora. É que no clipe, Gaga aparece com os cabelos cor-de-rosa que já vem ostentando desde o final do ano passado. Já as peças publicitárias do novo single trazem a palavra “chromatica”. O termo, que significa “a arte de combinar cores e sons”, seria uma pista do novo título do disco da cantora. O álbum teria 12 faixas, cada música representando uma cor da escala de cores que contém exatamente 12 tons.