john legend
O cantor e pianista norte-americano John Legend (FOTO: Reprodução)

John Legend sabe mesmo como fazer um espectáculo – mesmo que seja de dentro de sua própria casa. Na terça-feira (dia 17) à tarde, o homem mais sexy do mundo, apresentou um show ao vivo de dentro de sua residência ao lado da esposa Chrissy Teigen, que acabou se juntando à diversão usando somente uma toalha como traje.

A modelo e apresentadora de 34 anos, pediu aos fãs que escolhessem sua roupa para o show ao vivo, através de uma enquete que ela compartilhou no Twitter na manhã de terça-feira. E a opção “Toalha de casa simples” acabou vencendo opções de roupas mais tradicionais como “vestido laranja” ou “vestido de lantejoulas”.

John Legend começou sua performance com a clássica canção “Love’s in Need of Love Today” de Stevie Wonder. “Ei pessoal, estou oficialmente ao vivo, como prometido, estou sem calças”, brincou John Legend durante a apresentação onde ele foi enquadrado pela câmera da cintura pra cima.

Contando a história por trás de uma das canções apresentadas, Legend revelou uma curiosidade: “Um pequeno fato engraçado, eu toquei essa canção quando fiz um teste  para Lauryn Hill”, confessou. “Eu toquei uma música chamada “Everything Is Everything” em The Miseducation of Lauryn Hill”, relembrou a lenda antes de repetir o som icônico do piano da música de sucesso. “Quando toquei isso no álbum eu não era ninguém, eu era apenas um júnior na Universidade da Pennsylvania. Ninguém sabia quem eu era na altura.” A música, vale lembrar, marcou a primeira aparição comercial do até então pianista John Legend, que tinha somente 19 anos quando a música foi gravada.

“E você ainda não é ninguém”, brincou Teigen ao fundo antes de aparecer na câmera. “E eu ainda não sou ninguém de acordo com Chrissy”, brincou Legend. O superstar então compartilhou que ele até tinha planos de abandonar a faculdade esperando continuar sua carreira musical numa turnê com Lauryn Hill.

“Acabei fazendo uma audição para a turnê dela também e eu ia desistir da faculdade para sair em turnê se ela me escolhesse, mas ela não me escolheu, então me formei”, disse ele com uma risada. “Então, essa é a minha história e esse foi um dos álbuns mais influentes daquele momento na minha vida e, para muitas outras pessoas, foi muito influente também. Parte do que me inspirou a querer fazer os meus próprios discos”.

John Legend continuou sua performance e tocou vários pedidos de canções dos fãs. A filha do casal Luna, que completa 4 anos no dia 14 de abril, também apareceu em alguns momentos.

A estrela encerrou o show tocando o clássico romântico “All of Me” enquanto a esposa permanecia sentada em cima do piano. Teigen admitiu aos fãs que ela não reage mais emocionalmente à música, embora a faixa tenha lhe tocado pela primeira vez que John cantou para ela.

VEJA TAMBÉM: John Legend se torna o primeiro negro EGOT da história do entretenimento

“Antes dessa música se tornar popular, eu já a escutava há um ano e meio”, disse ela ao público. “Eu chorei quando ele a cantou para mim pela primeira vez, ele sussurrou no meu ouvido e eu chorei. Depois disso, não. Tornou-se a canção de todos, o que é fantástico. Prefiro que seja a canção de todo mundo, mas não tenho mais uma reação emocional.”

O projeto At Home é uma iniciativa colaborativa entre a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Global Citizen. Foi lançada juntamente com uma campanha global chamada Fundo de Resposta à Solidariedade, com o objetivo de arrecadar US$ 675 milhões ao longo do mês de abril para combater o surto do vírus COVID-19.

Ao longo da transmissão, John Legend anunciou que Camila Cabello, Shawn Mendes, Miguel e Charlie Puth também participarão em breve do projeto.