50-Cent
O rapper 50 Cent (FOTO: Reprodução)

Em uma entrevista à Variety, o rapper 50 Cent falou sua opinião sobre a cultura do cancelamento, expressão que designa o movimento de boicote a pessoas que tiveram uma atitude considerada antiética ou mesmo violenta.

Não acho que posso ser cancelado. Tem que ir para a cadeia para ser cancelado, tem que atirar em uma garota“, disse. Fazendo referência ao caso recente de Megan Thee Stallion, que teria sido baleada pelo rapper Tory Lanez.

O rapper continuou: “Você precisa fazer algo extremamente ruim para ser cancelado, e acho que é muito injusto para as pessoas que são canceladas“.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry dá à luz sua primeira filha, Daisy; saiba mais!

Para o artista, a cultura do cancelamento costuma afetar mais os homens heterossexuais: “Se você diz algo sobre alguém que escolhe algo diferente, há organizações que são criadas para começar a enviar coisas para todo lado para conseguirem assinaturas e tudo mais. E me diga uma coisa, como um homem heterossexual, quem vai mandar coisas por aí para conseguir assinaturas baseadas em seus fracassos? Ninguém. Não há organização”.

Se antes eram inferiores, agora são superiores, porque não temos organização. O maior alvo são os homens heterossexuais em geral”, disse 50 Cent.