A música de John Lennon que mudaria os Beatles para sempre

Publicado em 5/21/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 17 de agosto de 1960, os Beatles davam início ao que até hoje tornou a banda um fenômeno mundial. Com a formação de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison, Pete Best e Stuart Sutcliffe, acontecia os primeiros passos para o sucesso. Olhando para trás em uma das canções dos Beatles, que poderia muito bem ser a ponte entre os Fab Four serem vistos como outro grupo pop e se afirmarem não apenas como figuras de proa da música, mas modelos para o mundo todo, é a canção de John Lennon, intitulada ‘The Word‘, que foi escrita enquanto fumaça maconha.

Foi uma ponte que a banda ficou feliz em cruzar, trazendo uma mensagem totalmente nova quando eles chegaram. Era uma música de John Lennon que mudaria os Beatles para sempre.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cantor John Lennon (FOTO: Reprodução)

As contribuições de John Lennon para a composição nunca podem ser subestimadas. A parceria dele e de Paul McCartney é surpreendentemente frutífera. Desde muito jovem, a dupla podia sentar-se e lançar um disco pop que poderia, e na maioria das vezes, atingir o topo das paradas. Mas enquanto o estrelato pop está muito bom, logo eles queriam mais.

Quando os Beatles conheceram um cantor chamado Bob Dylan em 1964, seus mundos mudaram, quase da noite para o dia. Enquanto muitos vão apontar para a aparente dosagem de Dylan dos Fab Four com maconha, apresentando a droga ao grupo e levando a banda doidona pela primeira vez. Diríamos que foi seu estilo único de composição que mais atraiu a banda.

LEIA TAMBÉM: Só de calcinha, Luisa Sonza debochou de crise no casamento com Whindersson

Paul McCartney e John Lennon (FOTO: Dalmas Sipa Press / AP Images)

McCartney e Lennon ficaram paralisados ​​com sua habilidade de fazer canções que não apenas chamaram a atenção do público, mas também entediaram a alma de seu autor. Era uma proposta atraente e que Lennon começou a empregar ao longo das canções do álbum Rubber Soul de 1965. O álbum foi imbuído da vida e dos tempos de quem o escreveu e marcou uma grande mudança para o grupo.

De estrelas pop a ícones, Lennon e McCartney decidiram usar sua nova posição como porta-voz de uma geração para espalhar uma nova mensagem, a música que a dupla usou para compartilhar suas novas teorias foi ‘The Word‘.

A música marcou a ponte entre canções como ‘She Loves You’ e ‘All You Need is Love’ e viu os Fab Four escreverem sobre o amor como um conceito pela primeira vez. Como Lennon diz em The Beatles ‘ Anthology sobre a faixa, “meio que me ocorreu que o amor era a resposta, quando eu era mais jovem, no álbum Rubber Soul. Minha primeira expressão disso foi uma música chamada ‘The Word’.

A legendária banda britânica The Beatles (FOTO: Reprodução)

A palavra é ‘amor’, nos bons e nos maus livros que li, seja lá o que for, a palavra é ‘amor’. Parece ser o tema subjacente ao universo.” Estava claro que a influência que os Beatles tinham finalmente pousou sobre os ombros dos membros da banda.

É justo dizer que, embora estivessem abrindo suas próprias mentes para seus novos papéis, eles também tiveram alguma ajuda nessa questão. A introdução da maconha na carreira da banda está bem documentada e Lennon confirmou a influência da droga na faixa, “’The Word’ foi escrita junto, mas é principalmente minha. Você lê as palavras, é tudo sobre – ficar esperto. É o período da maconha. É amor, é uma coisa de amor e paz. A palavra é ‘amor’, certo?”, disse.

A legendária banda britânica The Beatles (FOTO: Reprodução)

É algo que McCartney confirmou em Many Years From Now : “Fumamos um pouco de maconha , depois escrevemos uma folha de letras multicolorida, a primeira vez que fizemos isso. Normalmente não fumamos quando estávamos trabalhando. Isso atrapalhava as composições porque apenas turvava sua mente – ‘Oh, merda, o que estamos fazendo?’ É melhor ser honesto. Mas fizemos uma coisa multicolorida.” A folha com a letra acabou sendo dada a John Cage como um presente de aniversário de Yoko Ono, mas a mensagem permanece com todos nós até hoje.

O catálogo dos Beatles pode ser dividido em duas facções. Viu-se a ascensão da banda, sua ascensão meteórica, ao topo das paradas pop e notoriedade ao redor do mundo que nunca tinha sido vista antes. O outro viu o grupo amadurecer em músicos inconstantes e modelos francos para uma nova geração. ‘The Word‘ atua como a ponte entre esses dois momentos e mudou os Beatles para sempre.

The Word 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio