michael jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução_

Nesta quinta-feira (25), completou 11 anos da partida do astro Michael Jackson. Agora, pra quem não sabe, o rei do pop e o rei do rock Freedie Mercury se tornaram amigos na década de 1980 e resolveram fazer alguns duetos. Porém, foi revelado no documentário de Rhys Thomas de 2012, “Freddie Mercury: The Great Pretender”, que a parceria foi por água abaixo por causa de uma lhama… Isso mesmo que você leu!

Jackson simplesmente decidiu ir para o estúdio acompanhado de seu bichinho de estimação, mas Mercury não gostou nada da ideia e chegou a pedir para seu empresário Jim ‘Miami’ Beach ir “resgatá-lo” no estúdio. Quando Miami perguntou o que tinha acontecido, o cantor teria dito: “Michael está trazendo sua lhama para o estúdio todos os dias e realmente não estou acostumado a gravar com uma lhama. Pra mim chega! Me tira daqui!”. Infelizmente, isso levou o fim do sonho de lançarem uma música juntos.

Michael Jackson e sua lhama. Reprodução/Internet

Em uma famosa entrevista de Freddie, intitulada de “A Musical Prostitute”, na época do lançamento do álbum ‘The Works’, ele explica porque não foi possível levar o projeto com Michael em diante.

Questionado por Rudi Dolezal: “Você também estava gravando algo com Michael Jackson que ainda não foi lançado, acho que a música se chama ‘Victory’, é verdade?”

Freddie respondeu: “Isso mesmo, eu fiz umas três faixas com ele, e isso foi há cerca de um ano atrás, ou mais, e sim, ‘Victory’ foi uma das músicas; mas ele queria usar o título para algo dos Jacksons. A música ainda está lá, e provavelmente está apenas esperando nós dois nos juntarmos e a terminarmos.”

Rudi rebateu: “Vocês ainda não terminaram?”

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima bebe demais e revela que passa horas “chupando periquita” da esposa

Bem direto, Mercury afirmou: “Não, quero dizer, é só porque ele tem compromissos, e eu tenho compromissos, e ah, é muito difícil. Quero dizer, ele está em turnê, eu vou sair em turnê, e você sabe, é muito difícil quando dois músicos diferentes tentam se reunir, ele tem que fazer as coisas dele. Eu estava passando um tempo em Los Angeles, e somos amigos, e ele disse ‘oh, por que não tentamos alguma coisa?’. Então um dia provavelmente terminaremos. Bem, a outra música se chama ‘State Of Shock’, que eu participei, e Mick Jagger está nela agora porque Michael me ligou e disse ‘olha, eu quero terminar a música, eu a quero no álbum dos Jacksons’, e eu disse ‘eu não posso ir porque estou em Munique’. Ele disse ‘bem, tudo certo se Mick a fizer?’, então eu disse sem problemas, você sabe, músicas são músicas. Enquanto nossa amizade continuar, poderemos escrever todos os tipos de música.”

Backstage do show do Queen no The Forum, Inglewood, em 1980. (Foto: Reprodução)

Ouça “State Of Shock”, demo com os vocais de apoio de Freddie (e bem parecida com a da versão final lançada com Mick Jagger):

“There Must Be More To Life Than This”, composta por Freddie, também em demo: 

Vale ressaltar que a faixa foi mexida pelos integrantes remanescentes do Queen e incluída na coletânea Queen Forever. Freddie já tinha incluído a canção em seu primeiro álbum solo, Mr. Bad Guy, cantando sozinho.

Agora “Victory”, quem sabe um dia venha à tona!