Amy-Winehouse
A cantora britânica Amy Winehouse (FOTO: Reprodução)

O segundo e último álbum de Amy Winehouse permanecerá para sempre como uma das peças mais brilhantes da história da música. O disco “Back To Black” vive como uma marca do supremo talento vocal de Winehouse após sua morte trágica e triste em 2011. O site da revista Far Out resolveu dar uma revisitada no talento vociferante do disco através dos vocais isolados do álbum final de Winehouse datado de 2007.

O projeto despojado nos permite vislumbrar o poder bruto e a beleza não polida de sua voz. Em todas as faixas, do smash hit mundial ‘Rehab’ ao sonho neu-noir ‘You Know I’m No Good’, o segundo álbum de Winehouse está repleto de belas canções cheias da profundidade da dor da cantora e dos picos de seu amor.

VEJA TAMBÉM: Após compra milionária, Gusttavo Lima gastará fortuna para manter iate de Roberto Carlos

A maioria das músicas de Back to Black foi composta exclusivamente por Winehouse. Na época, ela trabalhava em estreita colaboração com o extraordinário produtor pop Mark Ronson e seu foco musical mudou para os grupos femininos dos anos 50 e 60. A escolha criativa da artista perpassou por Sharon Jones, os Dap-Kings e também afetou a mudança de ritmo da ex-cantora de jazz.

Enquanto eles forneceram ao álbum seu estilo musical sem esforço, é justamente a remoção dos sons da banda que permite que as letras de Amy tenham um peso extra. A empolgação entusiasmada e rebelde de ‘Rehab’ parece mais energizada quando removida da trilha de acompanhamento, enquanto a faixa-título ‘Back To Black’ dói como nenhuma outra.

O isolamento de seu vocal permite que a emoção de cada música brilhe mais, oferecendo uma coroa quase celestial a cada música. Desde a morte triste de Winehouse devido a complicações do seu vício em álcool, as vendas de Back To Black aumentaram drasticamente. Originalmente estreando no número quatro nas paradas do Reino Unido, foi após o triste final de Winehouse que os temas das músicas ressoaram comercialmente mais alto do que nunca. Ouça abaixo o vocal isolado de Amy Winehouse em ‘Back To Black’.