Acusada de dar golpe em empresa, Perlla sofre primeira derrota na Justiça

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta segunda-feira (24), a cantora Perlla sofreu sua primeira derrota na Justiça. A cantora abriu uma ação de danos morais contra a empresária Cristiane Conceição.

A cantora foi à Justiça pedir que a rival não citasse mais seu nome ou usasse sua imagem. O pedido foi negado pelo juiz Fabiano Reis dos Santos, da Comarca de São Gonçalo, Cartório do 1º Juizado Especial Cível.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na rede social, a empresária publicou uma foto com a legenda: “Aqui que tudo começou… Além de vendedora de salgados este dia levei crepe , open bar , salgadinhos e refrigerante para o OPEN HOUSE da cantora. TUDO DE GRAÇA GENTE !

LEIA TAMBÉM: Marília Mendonça faz revelação envolvendo Anitta e apaga tweet

Semana passada foi publicado pelo iG Gente, que a cantora estava sendo acusada de dar calote por uma consultora de negócios do Rio de Janeiro.

Segundo publicado pelo site, a funkeira está sendo acusada de não cumprir o acordo com a produtora de festas e consultora de negócios Cris Con. As duas romperam a parceria de trabalho. Em um dos trechos do comunicado, publicado no Instagram, ela destacou: “Não tenho o que agradecer, apenas lamentar por um ser humano tão egoísta e mesquinho que demorei, mas consegui enxergar. Desejo que Perlla tenha sucesso e que Deus a transforme em um ser humano melhor e mais responsável“.

Após essa publicação, o colunista Marcelo Bandeira, do iG Gente, fez contato com a consultora, que fez algumas revelações: “Em março, a Perlla me procurou para conseguir parceiros para a reforma da casa dela, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio. Acordou o valor de R$ 1 mil mensais e uma porcentagem em produtos, além de um diário mostrando o passo a passo da mudança. Passado o primeiro mês, disse que estava apertada, mas que faria o acerto comigo.

Ah, e detalhe, sempre me tratando com carinho. Parecia minha melhor amiga! Depois, cismou de dar os móveis que seriam trocados, enviando umas coisas usadas e até quebradas para o meu endereço e contra a minha vontade. Os meses foram passando, e nada de depósito, mas eu tinha carinho por ela e ia aceitando, mesmo apertada, já que vivo de evento. Aceitava pela amizade”, explicou Cris, que também atende Nicole Bahls e é especializada em venda, empreendedorismo, consultoria, assessoria e outros cursos voltados à área comercial.

Segundo Cris, a dívida de Perlla estaria em torno de R$ 200 mil. “Quando cobrava, dizia que não ia fazer, que era a artista, e era tudo no seu tempo. No dia 1º de agosto, por exemplo, chegaram mais coisas, e ela simplesmente guardou e não  divulgou. Ao questioná-la, gritou dizendo que eu era problemática e que não queria mais trabalhar comigo e, quando toquei no assunto do dinheiro, virou e disse ‘não vou pagar’”, revelou. Mas, segundo Cris, não foi por falta de aviso. “Muita gente chamou no direct para falar que a Perlla dá volta nos outros e que eu era louca de confiar, enfim. Ainda ouvi dela que seria a parte prejudicada com a exposição desse caso, mas a minha prioridade são os fornecedores“, revelou ai iG.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio