perlla
A cantora fluminense Perlla (FOTO: Reprodução)

Nesta segunda-feira (24), a cantora Perlla sofreu sua primeira derrota na Justiça. A cantora abriu uma ação de danos morais contra a empresária Cristiane Conceição.

A cantora foi à Justiça pedir que a rival não citasse mais seu nome ou usasse sua imagem. O pedido foi negado pelo juiz Fabiano Reis dos Santos, da Comarca de São Gonçalo, Cartório do 1º Juizado Especial Cível.

Na rede social, a empresária publicou uma foto com a legenda: “Aqui que tudo começou… Além de vendedora de salgados este dia levei crepe , open bar , salgadinhos e refrigerante para o OPEN HOUSE da cantora. TUDO DE GRAÇA GENTE !

LEIA TAMBÉM: Marília Mendonça faz revelação envolvendo Anitta e apaga tweet

Semana passada foi publicado pelo iG Gente, que a cantora estava sendo acusada de dar calote por uma consultora de negócios do Rio de Janeiro.

Segundo publicado pelo site, a funkeira está sendo acusada de não cumprir o acordo com a produtora de festas e consultora de negócios Cris Con. As duas romperam a parceria de trabalho. Em um dos trechos do comunicado, publicado no Instagram, ela destacou: “Não tenho o que agradecer, apenas lamentar por um ser humano tão egoísta e mesquinho que demorei, mas consegui enxergar. Desejo que Perlla tenha sucesso e que Deus a transforme em um ser humano melhor e mais responsável“.

Após essa publicação, o colunista Marcelo Bandeira, do iG Gente, fez contato com a consultora, que fez algumas revelações: “Em março, a Perlla me procurou para conseguir parceiros para a reforma da casa dela, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio. Acordou o valor de R$ 1 mil mensais e uma porcentagem em produtos, além de um diário mostrando o passo a passo da mudança. Passado o primeiro mês, disse que estava apertada, mas que faria o acerto comigo.

Ah, e detalhe, sempre me tratando com carinho. Parecia minha melhor amiga! Depois, cismou de dar os móveis que seriam trocados, enviando umas coisas usadas e até quebradas para o meu endereço e contra a minha vontade. Os meses foram passando, e nada de depósito, mas eu tinha carinho por ela e ia aceitando, mesmo apertada, já que vivo de evento. Aceitava pela amizade”, explicou Cris, que também atende Nicole Bahls e é especializada em venda, empreendedorismo, consultoria, assessoria e outros cursos voltados à área comercial.

Segundo Cris, a dívida de Perlla estaria em torno de R$ 200 mil. “Quando cobrava, dizia que não ia fazer, que era a artista, e era tudo no seu tempo. No dia 1º de agosto, por exemplo, chegaram mais coisas, e ela simplesmente guardou e não  divulgou. Ao questioná-la, gritou dizendo que eu era problemática e que não queria mais trabalhar comigo e, quando toquei no assunto do dinheiro, virou e disse ‘não vou pagar’”, revelou. Mas, segundo Cris, não foi por falta de aviso. “Muita gente chamou no direct para falar que a Perlla dá volta nos outros e que eu era louca de confiar, enfim. Ainda ouvi dela que seria a parte prejudicada com a exposição desse caso, mas a minha prioridade são os fornecedores“, revelou ai iG.