O cantor Adam Lambert (FOTO: Divulgação)

Adam Lambert deu sua opinião sobre as letras icônicas de Freddie Mercury antes de revelar que o Queen reservou algumas novidades para sua estadia em Las Vegas.

O cantor de 36 anos acredita que muitos dos pensamentos de Freddie dos anos 70 e 80 ainda são relevantes para a comunidade LGBT, e sente que a banda ainda tem um longo caminho a percorrer. Conversando com a Metro do Reino Unido, Lambert revelou como é importante para ele representar a comunidade LGBT.

“Definitivamente ainda há um longo caminho a percorrer. Com certeza percorremos um longo caminho, mas a homofobia ainda é um problema. Eu acho que muitas das letras em muitas de suas músicas ainda são relevantes hoje em dia. Acho que essa é uma das razões pelas quais as pessoas ainda se relacionam com essas canções com tanta força. É por isso que as chamamos de The Crown Jewels’ [As Jóias da Coroa]”. Quando questionado como ele, pessoalmente, tenta lidar com as questões que envolvem a homofobia, ele disse: “Sendo eu mesmo, sendo aberto e aumentando a conscientização sempre que possível”.

VEJA TAMBÉM: Bono perde a voz e U2 abandona o palco em show na Alemanha

Adam se juntou ao Queen para a residência da banda em Las Vegas com a “The Crown Jewels” e antecipou que os shows do grupo contarão com uma série de surpresas.

Recentemente a banda fez uma residência de dez dias na arena The O2 de Londres, onde prestaram uma grande homenagem a Freddie Mercury, tocando alguns dos seus maiores sucessos. “Estou animado sobre Vegas! Nós vamos mudar o show um pouco, há algumas surpresas reservadas e também será divertido tocar em um local mais intimista”.

Lambert também revelou como ficou surpreso ao ter conseguido esgotar dois shows em Londres, especialmente tocando lá apenas alguns meses antes. Ele recentemente divulgou algumas filmagens dos bastidores de seu show em Londres e falou sobre como Freddie o inspirou tanto na música quanto na moda.

No vídeo compartilhado, ele revela: “De certa forma, ele [Freddie] está vivendo para sempre porque ainda estamos cantando essas músicas que ainda fazem os fãs lembrarem dele, Freddie faz aparições durante o show e falamos sobre ele. Freddie está vivendo por meio de suas contribuições através de sua arte, e esta é uma das maiores alegrias sobre poder fazer isso”.

O vídeo mostra Adam em seu camarim próximo ao seu guarda-roupa e alegando ter se inspirado em Freddie. Mas não é só sobre Freddie, Adam está preenchendo uma vaga, que foi preenchida Paul Rodgers em 2011, quando o músico se juntou à banda. Apesar de Rodgers ter trabalhado em novo material com o Queen, parece que Adam vai se ater somente às músicas de Freddie como ele afirmou: “É um relacionamento ao vivo”.

Confira o vídeo abaixo:

Adam Lambert fala sobre ser gay e a influência do Queen no novo álbum

Já faz um tempo que não ouvimos novidades sobre a carreira solo de Adam Lambert. O atual vocalista do Queen, recentemente até anunciou alguns show com a banda em uma residência de curta temporada em Las Vegas mas nenhuma novidade sobre novas músicas. Agora o cantor deu alguns detalhes sobre sua carreira solo.

Numa entrevista a revista Attitude neste mês de maio, o cantor assumiu que ele encontrou inspirações justamente nas canções da banda Queen para a produção do seu quarto álbum em estúdio.

“Obviamente, o Queen realmente me inspira. Eu não acho que esse álbum tenha um gênero especifico. Há muitas influências diferentes nele. Há rock, há o Funk, tem Soul, tem Disco, cantores/compositores dos anos 70/80 e há muitas influências modernas também, então é uma espécie de fusão” contou o cantor.

Lambert também foi questionado sobre a possibilidade do cantor Freddie Mercury ter preferido permanecer no armário em alguns momentos da carreira.

“Eu não sei ‘quão no armário’ Freddie realmente esteve”, explicou Adam Lambert. “Havia entrevistas onde eles perguntavam se ele era gay e ele respondia, ‘Sim como um narciso…sou tão gay quanto [a flor] narciso”.

Recentemente Adam Lambert também comentou sua própria experiência em “sair do armário” e revelou que o processo “foi como ser jogado em uma panela fervendo”. Em entrevista à revista Attitude o cantor explicou que “como um cantor POP você quer que as pessoas se relacionem com você e que em algum ponto ele teve que ‘pesar na balança’ quem ele era, como artista, como alguém que queria se expressar como realmente é”.

Adam Lambert e Queen estão atualmente em uma turnê europeia e farão shows em Las Vegas no mês de setembro. Também é esperado que no segundo semestre, Adam Lambert comece a divulgação do seu 4º álbum solo.