Adele deve bater recorde com melhor estreia de álbum nos EUA

Publicado em 26/11/2021 23:17
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O novo álbum de Adele, “30”, deve estrear no topo da Billboard 200 com os melhores números do ano nos Estados Unidos.

Segundo o site Hits Daily Double, Adele vendeu 837.943 cópias de seu novo projeto. Deste número impressionante, outra informação extraordinária: cerca de 678.872 cópias foram relativas a venda de álbuns físicos e digitais, excluindo os streams, isso dá um pouco mais de 152 mil cópias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Adele é número 1 no Reino Unido e bate recorde impressionante

Adele está reinando esta semana na parada oficial do Reino Unido. Com vendas de gráficos na primeira semana totalizando 261.000, “30” pontuou a maior semana de abertura de 2021 até agora, ultrapassando Voyage do ABBA (204.000). É também a maior primeira semana de um álbum desde 2017, com o disco de Ed Sheeran.

Além de a maior abertura para um álbum solo feminino desde o último álbum de Adele, 25, em 2015. 

“30” sai na frente com 67% das vendas físicas e é o mais vendido desta semana em vinil, com 16.700 cópias vendidas em cera. “30” é também o álbum mais transmitido da semana, com impressionantes 55,7 milhões de reproduções em suas 12 faixas. 

Torna-se o quarto álbum de Adele número 1 no Reino Unido; ela agora alcançou o número 1 na parada de álbuns oficial com todos os seus álbuns de estúdio, um recorde para uma atuação feminina. Todos os álbuns anteriores de Adele também estão presentes na parada desta semana; 25 (Número 15), 21 (Número 18) e 19 (Número 31).

Adele também conseguiu o raro Official Chart Double, já que Easy On Me conquistou a sexta semana consecutiva como número 1 na Official Singles Chart. A faixa é agora o número 1 mais antigo de Adele na parada oficial de singles, ultrapassando Someone Like You (5 semanas). 

Adele sobre música que fez para o filho: “Ele passará por estágios de ódio”

Adele revelou como pensa que seu filho, Angelo, agora com 9 anos, irá reagir à música “My Little Love” no futuro. Direcionada ao menino, a faixa é extremamente pessoal e traz a cantora refletindo sobre a dor e a solidão após seu divórcio de Simon Konecki. 

A canção é intercalada por diálogos da cantora com Angelo quando ele tinha apenas 6 anos – época em que ela estava se separando.

“Eu escrevi para Ângelo e escrevi para esclarecer [o fato de que] eu nem sempre estava com ele e coisas assim, mas é muito pessoal e ele provavelmente passará por estágios de ódio quando for um adolescente”, disse ela ao programa Q Interview com Tom Power.

“Mas era uma parte importante do quebra-cabeça que eu estava tentando decifrar na minha vida, então eu tive que incluí-lo [na música]”, explicou.

Adele gravou essas conversas “intensas” com Angelo por sugestão de seu terapeuta, e ela explicou durante a entrevista que queria ser “ser clara e apenas honesta com ele” sobre o fato de que não sabia como ser mãe solteira.

“Imagine ouvir isso aos seis anos de idade. ‘O que você quer dizer com não sabe o que está fazendo?’ Você entra em pânico e todo o seu mundo implode. Eu não conseguia me esconder dele. Ele poderia me ver ainda mais claramente se eu tentasse me esconder dele”, explicou ela.

Em um dos diálogos, Adele diz a Angelo que ela está tendo “muitos sentimentos grandes recentemente” e se sentiu confusa sobre o que fazer, e em outra, o menino diz a ela: “Eu sinto que você não me ama”.

Adele abandona entrevista após jornalista revelar não ter ouvido “30”

Adele teria abandonado uma entrevista após o jornalista ter revelado que não ouviu o seu novo álbum “30”. De acordo com o site Page Six, a britânica negociou cerca de US$ 725 mil (cerca de R$ 4 milhões), para ter esse bate-papo.

Quando a cantora perguntou o que o jornalista tinha achado do disco, ele simplesmente disse que não tinha ouvido. Desse modo, ela acabou deixando o jornalista falando sozinho, e a Sony proibiu o canal de transmitir o show.

Por conta disso, a Austrália não teve uma entrevista exclusiva com a artista sobre o álbum. “A Seven está obviamente zangada com isso. Matt foi repreendido. Ele deveria ter feito a pesquisa”, disse uma fonte ao portal.

O jornalista se desculpou ao The Australian. “Quando me sentei para entrevistar Adele, não sabia que havia recebido por e-mail uma prévia de seu álbum inédito. Foi um descuido, mas não um desprezo deliberado. Este é o e-mail mais importante que já perdi”, disse Doran. Além disso, ele aproveitou para ressaltar que ela não saiu “furiosa” do local.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio