Adele faz rara aparição com homenagem às vítimas de trágico acidente

Publicado em 15/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Adele está fazendo uma rara aparição para mostrar seu apoio envolvendo um triste acidente no Reino Unido. A estrela britânica do hit “Rolling in the Deep” de 33 anos apareceu em uma mensagem de vídeo no YouTube na segunda-feira (14 de junho) no aniversário de quatro anos do incêndio da Torre Grenwell em 2017, que tragicamente matou 72 pessoas. O vídeo apresenta familiares das vítimas, bem como sobreviventes do incêndio.

“Hoje faz quatro anos desde o incêndio da Torre Grenfell e, ainda, há tantas perguntas sem resposta”, disse ela. “Ainda assim, o julgamento está demorando muito e, ainda assim, ninguém foi responsável pelos eventos daquela noite. E, no entanto, o Grenfell United ainda está por aqui, lutando incansavelmente pela justiça e pela mudança que não só eles merecem, como sua comunidade merece, que todo o país merece ”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Artista canta hit de Britney Spears e conquista 99 jurados em programa de TV

“E por isso, gostaria de lhe agradecer. Obrigado por colocar sua dor de lado por todos esses anos para lutar a luta. Não consigo imaginar o tipo de consequências pessoais que isso tem sobre você. Eu realmente espero que nesta época no próximo ano, vocês tenham as respostas de que precisam para finalmente, finalmente, poderem respirar juntos. Eu te amo, te vejo em breve, fique forte. Estamos todos com você ”, concluiu ela.

O inquérito da Torre Grenfell é uma investigação oficial dos eventos ordenada pela ex-primeira-ministra Theresa May no dia seguinte ao incêndio e continua em andamento. Ao longo dos anos, Adele enviou seu apoio aos sobreviventes.

RELEMBRE A HOMENAGEM DA CANTORA NO ANO DE 2020

Adele se emocionou ao fazer uma homenagem por meio do Youtube ao aniversário de três anos do trágico incêndio na Grenfell Tower e lembrou ao público que é importante estar “unido pela mudança e pela justiça“.

Com o cabelo preso em um coque, a cantora de 32 anos surpreendeu os fãs quando fez sua primeira aparição pública em meses durante o evento virtual que homenageou o terceiro aniversário do incêndio da Torre Grenfell em 14 de junho. “E mesmo que tenhamos que fazer isso no mundo virtual, o 2020 Zoom ao vivo como é, ainda é triste e importante nos lamentarmos juntos e nos lembrarmos daquela noite e também refletirmos sobre onde estamos agora e também para celebrar as vidas que foram vividas antes de serem tristemente tiradas naquela noite”, disse ela.

VEJA TAMBÉM: Anitta dança de biquíni com Gui Araújo e recebe tapinha no bumbum

Adele também passou parte do vídeo falando sobre o mundo em que vivemos hoje após as controversas mortes de George Floyd e Breonna Taylor. “Penso que este ano, mais do que nunca, nunca houve um momento mais apropriado para exercer verdadeiramente companheirismo e compaixão, mente aberta e persistência. Persistência por respostas, persistência por ação”, disse.

Sobre George Floyd, Adele escreveu em seu Instagram: “O assassinato de George Floyd enviou ondas de choque ao redor do mundo.Protestos e marchas estão acontecendo em todo o mundo simultaneamente e apenas ganhando força. Portanto, fique com raiva, mas fique concentrado! Continue ouvindo, continue perguntando e continue aprendendo!
É importante que não fiquemos desanimados, ou sejamos manipulados neste momento. Trata-se de racismo sistemático, de violência policial e de desigualdade. E isso não é apenas sobre a América! O racismo está vivo em todos os lugares. Sinceramente, sou solidária com a luta pela liberdade, libertação

Um pouco antes da aparição de Adele no especial do YouTube, ela foi ao Instagram para divulgar a ação com uma foto que dizia “SE LEMBRE DE GRENFELL”. “Hoje, domingo, se passaram três anos desde #Grenfell. 72 vidas estarão para sempre em nossos corações”, escreveu ela. “Junte-se a mim e @grenfell_united para LEMBRAR às 18h no youtube.com/GrenfellUnited – para mostrar que ainda estamos Unidos pela mudança e pela justiça. Siga @grenfell_united para obter mais informações. #Grenfell #Demandchange”.

O incêndio da Grenfell Tower aconteceu em North Kensington, oeste de Londres, em 14 de junho de 2017 e matou 72 pessoas. Mais de 70 pessoas ficaram feridas e 223 escaparam no prédio de 24 andares. Foi o incêndio estrutural mais mortal da história do Reino Unido desde o incêndio do Piper Alpha em 1988.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio