Advogado entra na Justiça contra Ludmilla e cobra R$ 100 mil

Advogado afirma que a cantora nunca o pagou, desde 2016

Publicado em 25/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com informações exclusivas do colunista Alessandro Lo-Bianco, do site iG, o advogado Wanderlei Moreira da Costa abriu uma ação judicial contra a cantora Ludmilla na 3 Vara Cívil do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ele está cobrando os honorários pelos serviços prestados à cantora desde 2016. A dívida atualmente está em cerca de R$ 100 mil. 

O advogado de 61 anos, ainda disse à Justiça que está “passando por um tratamento de câncer, o que vem demandando altos gastos com medicamentos e despesas médicas, conforme pode ser verificado nos laudos e exames médicos” que juntou na ação.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ainda de acordo com informações de Alessandro, o advogado narra que em 2016 Ludmilla contratou seus serviços para propor Ação Indenizatória em face de Val Marchiori e também do apresentador Marcão do Povo, bem como para acompanhar as diversas diligências em âmbito policial decorrentes do crime de injúria do qual teria sido vítima. Ele conta que fez um acordo verbal com a cantora que prestaria assistência jurídica na defesa dos interesses da artista, e que os valores pelos serviços seriam cobrados de acordo com a tabela de honorários da Ordem dos Advogados do Brasil.

A advogado afirma na Justiça que cumpriu fielmente com suas obrigações, promovendo o ajuizamento das Ações Indenizatórias para defender os interesses de Ludmilla. Ainda de acordo com o processo, ele esclarece ainda que, desde o ano de 2016, vem fornecendo todo o respaldo jurídico para a cantora, como o comparecimento por quatro vezes em delegacias policiais, participação em uma audiência de conciliação, atuação como assistente de acusação em ação criminal, realização de diligências em São Paulo para efetivar a citação dos réus, inclusive efetuando o pagamento das custas judiciais das referidas demandas, além de toda assistência nos demais serviços que fossem necessários.

Wanderley Moreira afirma que até hoje, depois de todo esses anos, a cantora Ludmilla não efetuou o pagamento dos honorários devidos “diante do seu árduo trabalho jurídico em todos os processos“, razão pela qual preciso ingressar na Justiça com a ação a fim de que sejam os honorários advocatícios pactuados devidamente pagos, conforme teria sido combinado previamente com a artista.

Wanderley ainda alega que, embora tenha sido prestado um serviço de excelência durante cinco anos, “nunca recebeu nenhum pagamento da sua cliente, inclusive sequer teve o reembolso das custas judiciais necessárias para o processamento das demandas jurídicas“. O advogado reforçou ainda que “desempenhou sua atividade profissional com muito zelo e dedicação em todas as instâncias, cumprindo todos os prazos legais e judiciais pertinentes, razão pela qual deve receber pelo trabalho realizado durante todos esses anos“.

(Foto: Reprodução iG)

Wanderley cobra de Ludmilla uma dívida no valor de R$ 98.775,93. Ainda segundo o processo, ele teria teria tentado entrar em contato por diversas vezes com a cantora a fim de obter os valores devidos, tendo ainda realizado notificações extrajudiciais sem obter qualquer resposta para as suas solicitações. Ela reforçou também que o processo foi aberto porque Ludmilla não pretenderia pagar voluntariamente os valores que seriam devidos aos seus serviços jurídicos prestados. O processo foi aberto em julho deste ano e a cantora ainda será intimada.

Ludmilla troca de assessoria pela terceira vez tentando carreira internacional

As aulinhas de inglês da cantora Ludmilla nos Estados Unidos parecem estar indo muito bem obrigado! Paralelo ao seu feat com Cardi B que segue guardado desde outubro de 2019, chama atenção que por aqui em terras tupiniquins mais uma vez, a artista tenha trocado sua assessoria artística. Em um tempo quase recorde para artistas do showbiz nacional, a cantora teria rompido com 3 agências após seu rompimento inicial com a Melina Tavares (agência de Luisa Sonza e Pabllo Vittar vinculada à empresa Mynd) em meados de julho de 2020 e ido para a agência Mattoni (agência da antiga assessora de Anitta, a empresária Juliana Mattoni).

Porém na nova casa, a cantora se desentendeu com uma das suas ex-assessoras de imprensa, Juliana, após chamá-la de “arrogante”. As informações partiram da colunista Fábia Oliveira, do portal O Dia. A jornalista teve acesso ao áudio no qual Juliana, em um tom educado, dá uma lição de moral em sua ex-assessorada Ludmilla, momento antes de encerrar a parceria de trabalho. Juliana não gostou nada de ter sido cobrada pela artista de forma rígida, fora de seu horário de trabalho, e soltou o verbo pra cima da cantora.

(FOTO: Montagem Portal Famosos)

Após o quiprocó, a artista acabou rumando para a Agência Trigo Press, responsável por assessorar alguns dos maiores nomes nacionais de artistas pretos, o que inclui Taís Araújo, Lazáro Ramos, Lelêzinha e Jessica Ellen. Parecia ser o lugar ideal para a cantora. Parece que só parecia. Nesta semana, a empresa administrada por Antônio Trigo comunicou que Ludmilla não faz mais parte do casting da companhia. Numa quarta nova empreitada em menos de dois anos, a cantora agora parece ter fechado contrato com uma assessora particular chamada Gi Ruiz. Nós aqui do Observatório de Música desejamos toda sorte à cantora e sua nova assessoria nesta nova fase da carreira!

BOA SORTE

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio