Alanis Morissette
A cantora norte-americana Alanis Morrisette (FOTO: Reprodução)

Em uma entrevista com a Rolling Stone, Alanis Morissette contou sobre sua experiência com drogas e confessou que “experimentou muitos portais para encontrar Deus“.

Alguns deles são temporários, mas ainda abrem a janela“, ela compartilhou. “Sou uma garota curiosa, então, na maioria das coisas, eu experimentaria. Tenho muitos amigos que acharam que a experiência de obliterar o ego era realmente poderosa para eles“.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

Apesar de seus esforços, a cantora refletiu que sua ansiedade atrapalhava qualquer busca da alma, explicando: “Há tanta informação (na minha cabeça) o tempo todo e tudo isso oblitera o ego, mesmo quando não estou medicada de qualquer maneira. Definitivamente não preciso de nada para me ajudar a ir a esses lugares“.

Alanis fez a revelação enquanto discutia sua faixa “Nemesis”, que aparece em seu próximo álbum, Such Pretty Forks in the Road. Ela descreveu o registro profundamente pessoal como centrado na “crise de uma mulher” e se abriu sobre temas de depressão, ansiedade, vício e insônia, todos os quais ela experimentou.

Achei intuitivamente que não parece correto divulgar um registro da crise de uma mulher quando estamos no meio de uma pandemia“, admitiu a artista de 46 anos. “Eu tive uma reação de 50 a 50, dependendo de qual amigo eu contei essa informação. Alguém poderia dizer: ‘Sim, espere, por favor. Não aguento mais.’ E então outros amigos disseram a coisa totalmente oposta: ‘Você está brincando comigo? Quero me perder na sua história e nas suas palavras’.