Alok faz live de fim de ano e mostra o porquê foi eleito o quinto maior DJ do mundo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O DJ Alok de 29 anos realizou neste sábado (19) uma live – intitulada Alive –  que teve pouco mais de três horas de duração. O artista usou uma estrutura 4D interativa em um galpão em São Paulo. O que mais impressionou o público foi o show especial de luzes com “Laser Space Cannon”, considerada a tecnologia mais potente do mundo.

O laser usado no especial “Alive” está localizado no norte da Califórnia e foi ativado diretamente do Brasil. Foram três lasers de 1000 watts cada, algo visível da estratosfera. Está explicado o motivo pelo qual Alok foi eleito o quinto maior DJ do mundo pela revista britânica “DJ Mag”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Sou meio doido mesmo. Quando começamos a falar sobre essa ideia, o projeto foi crescendo mais. Comecei a questionar, vamos assumir um projeto dessa magnitude mesmo? A Dua Lipa fez um show incrível, a Billy Eliot também, mas foram pagos. O nosso é gratuito. Eu falei, vamos em busca de viabilizar isso. Essa tecnologia só pode ser usada como uma experiência de transmissão. Falei, já que estamos nesse momento sem fazer show, talvez possamos arriscar!”, declarou o DJ em entrevista ao portal UOL.

Alok realizou de forma remota ativações em Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia, Salvador, Recife e Manaus. Porém, nem tudo saiu como ele havia planejado.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

“Em Florianópolis eu já virei meme. Brasil é o país de meme! O pessoal falou que eu estava com laser de canetinha. Mas uma vez colocamos o laser em um lugar extremamente iluminado e poucas pessoas conseguiram ver. Então veio a necessidade de mudar de estratégia: Na nossa evolução, evolui quem consegue se adaptar mais. Não são os mais fortes. Os dinossauros já se foram. Como eu me adapto aos obstáculos que a vida coloca?”, indagou Alok.

Um minuto de silêncio por vítimas da Covid-19

“Eu espero que vocês estejam bem, mas eu sei que nem todos estão. Tem muitas pessoas que estão sofrendo de ansiedade, outras depressivas, outras estão agressivas. A gente não pode deixar que o nosso corpo seja condutor dessas energias negativas, a gente tem que travar isso com a bondade, com a caridade”, declarou Alok no início de sua live especial de fim ano.  

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio