Aretha Franklin
A cantora Aretha Franklin (FOTO: Reprodução)

Filmado há mais de 40 anos, o documentário “Amazing Grace”, que conta a história de Aretha Franklin, finalmente poderá ser visto pelo público nos Estados Unidos. Segundo informações da revista Variety, os responsáveis pelo espólio de Aretha decidiram liberar as imagens para o deleite dos fãs, do público e da crítica especializada.

VEJA TAMBÉM: Shawn Mendes pede menos ódio e mais igualdade no clipe de “Youth”

O filme que mostra imagens inéditas das performances da cantora deverá estrear no dia 20 de novembro deste ano, em festivais de cinema, para depois ser liberado para os cinemas dos Estados Unidos. O documentário conseguirá, inclusive, ser lançado a tempo de se qualificar para uma possível indicação ao Oscar de 2019.

A saga do documentário “Amazing Grace” começou ainda em 1972, quando o lendário e falecido diretor Sydney Pollack filmou a cantora em um concerto realizado em uma igreja batista. O filme ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.

Vida de Aretha Franklin vai virar filme estrelado por Jennifer Hudson

Em breve deverá ser lançado um filme trazendo a história de Aretha Franklin, que faleceu aos 76 anos no dia 16 de agosto. Com lançamento previsto para janeiro, o longa-metragem ainda está em fase inicial de desenvolvimento e o nome mais cotado para interpretar a rainha do soul continua sendo o da cantora e atriz Jennifer Hudson.

Hudson que foi escolhida pela própria Aretha Franklin, conquistou o Oscar interpretando uma cantora de soul music no musical “Dreamgirls”, filme de 2006 inspirado na trajetória do grupo The Supremes. Ela foi revelado no reality musical American Idol e seu álbum de estreia conquistou o prêmio Grammy como melhor álbum R&B.

No anúncio de sua escalação em janeiro, em uma festa pré-Grammy, Jennifer Hudson cantou “Respect” e “(You Make me Feel Like) a Natural Woman”, alguns dos maiores sucessos de Franklin.

O filme que, vale lembrar vem sendo planejado há alguns anos, será produzido pelos estúdios MGM e deve se basear na autobiografia “Aretha: From These Roots”, lançada em 1998.

A produção ficará a cargo de Scott Bernstein, de “Straight Outta Compton: A História do N.W.A.”, e Harvey Mason Jr., produtor musical que já trabalhou com Aretha Franklin e também esteve por trás da trilha sonora de “Dreamgirls”.