Ana Paula Valadão revolta web ao dizer que AIDS é doença de gays

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A pastora e cantora gospel Ana Paula Valadão vem sendo alvo de muitas críticas nas redes sociais na manhã deste sábado (dia 12. Um vídeo com a religiosa da Igreja Batista da Lagoinha de Belo Horizonte, viralizou na web após usuários apontarem homofobia em diversas frases da famosa.

“Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos. Qualquer escolha contrária Deus chama de pecado e tem uma consequência, que é a morte”, diz ela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Filho de Michael Jackson revela seu verdadeiro nome em entrevista inédita

“Tá aí a Aids pra mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte. O sexo seguro se chama aliança do casamento”.

Confira abaixo:

https://twitter.com/AMSTERDAMLOCKED/status/1304605684047151104?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1304605684047151104%7Ctwgr%5Eshare_3&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.diariodocentrodomundo.com.br%2Fvideo-ana-paula-valadao-diz-que-homossexuais-morrem-de-aids-porque-opcao-sexual-nao-e-o-ideal-de-deus%2F

Vale lembrar que em 2018, a religiosa defendeu a cura gay, afirmando que um de seus amigos foi “libertado”. “Ele é uma inspiração para todos que cresceram com uma história traumática. Uma mentira do diabo, dizendo que você é assim. Não é normal você ser homem… e ter desejo homossexual”, falou Ana Paula Valadão na época.

Com a grande repercussão do discurso considerado homofóbico, usuários se manifestaram no Twitter criticando a cantora gospel:

https://twitter.com/cristinet/status/1304770790831853570
https://twitter.com/87thiagoandrade/status/1304773335772024832
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio