anavitoria
A dupla tocantinense Anavitória (FOTO: Reprodução)

O programa Luciana By Night, da RedeTV!, desta terça-feira (dia 19), recebeu a dupla Anavitória. As jovens deram início em sua participação no talkshow com uma apresentação da faixa “Ai, Amor” do álbum “O Tempo é Agora”, lançado no ano passado. Na entrevista, a apresentadora Luciana Gimenez quis saber como tudo começou na carreira da dupla Anavitória.

“Estamos juntas desde 2015. Aconteceu tudo muito ligeiro. Estudávamos na mesma escola. Virei muito amiga de uma amiga de Ana e fomos reapresentadas. Ela viu um vídeo meu e me chamou e aí a gente cantou”, disse Vitória. Questionadas sobre a escolha pela carreira musical, as garotas responderam. “Desde pequena, na minha casa, todo mundo era muito musical. Minha mãe toca piano e violão”, revelou Ana.

“Na minha casa também. Lá, a música sempre foi muito presente. Mas, quando a carreira começou, ficaram com o pé atrás”, relembrou Vitória, que afirmou ter cantado na igreja durante muito tempo. Sobre suas vidas profissionais e acadêmicas antes da fama, a dupla contou. “Fiz dois anos de medicina. Foi difícil porque é como trocar o certo pelo duvidoso. Mas eu não queria ser médica. Quando nos chamaram para gravar o primeiro EP eu soube exatamente que era aquilo que eu queria fazer”, contou Ana.

Vitória que chegou a fazer faculdade de Direito, revelou no Luciana By Night que largou o curso para fazer teatro. “Foi difícil até o momento de eu me colocar presente e dizer exatamente aquilo que eu queria. Depois disso, eles me apoiaram. Até porque já entrei na faculdade sabendo que iria sair. Pelo menos foi bom para eu entender que não era aquilo que eu queria”, revelou.

As cantoras que foram vencedoras do Grammy Latino, juntamente com o cantor Tiago Iorc, na categoria de Melhor Música em Língua Portuguesa (pela faixa “Trevo (Tu)” também comentaram a inusitada reação do pai de Ana ao prêmio. “Meu pai nem entendia o que era o Grammy. Tive que explicar, mas eu também não tinha muita noção. Não esperava de forma alguma”, relembrou Ana.

As meninas também explicaram o motivo de terem escolhido esse nome para a dupla. “Para fugir de um conceito de dupla já existente. De dupla sertaneja. Só para não confundir. Mas, ainda assim, acabou confundindo, pois acham que somos uma pessoa só”, revelou Vitória, aos risos.

VEJA TAMBÉM: Ariana Grande não deve vir ao Brasil com a nova turnê neste ano

Com uma bem-sucedida carreira, Anavitória divulgou em 2018 um filme biográfico homônimo. O longa-metragem, que acabou rendendo o segundo álbum em estúdio da dupla, traz temas atuais mais delicados, como o amor livre e a bissexualidade e acabou surpreendendo seus pais. “Foi um choque para eles, pois o filme aborda muito o amor livre e a bissexualidade, algo que é comum para nós na nossa época, mas não para eles”, explicou Ana.

O filme Anavitória conta a história de duas amigas cantoras que estudaram juntas, se reencontram e depois passam a viver uma história cheia de altos e baixos em busca do sucesso. Numa das cenas, Ana dá um beijo na digital influencer Clarissa Müller, gesto que foi comentado pela cantora.

“É um beijo como outro qualquer, normal!”, afirmou Ana numa entrevista recente ao jornal O Globo, explicando ainda que o filme não é uma cinebiografia da dupla. “Aquilo é uma história contada pelo Matheus Souza (autor e diretor), representada por nós. Tem muito da nossa trajetória, mas esse não é o filme da nossa vida”, explicou.

Na entrevista, Vitória, que também vive uma relação lésbica no filme, optou não entrou em detalhes sobre sua vida pessoal. “Eu não gosto de comentar sobre essas coisas, minha vidinha é minha vidinha”, desconversou a artista acrescentando que está muito feliz com o resultado do filme.