anavitoria
A dupla tocantinense Anavitória (FOTO: Reprodução)

O filme da dupla Anavitória estreará nos próximos dias no catálogo da Netflix!

“Ana e Vitória”, que estreou nos cinemas no mês de agosto, tem como ponto de partida a vida e a carreira de duas meninas mas só tem algumas caraterísticas da biografia da dupla já que há muitos detalhes ficcionais no roteiro.

VEJA TAMBÉM: “Se Deus quiser não vai acontecer” afirma IZA sobre Bolsonaro como presidente

Além de contar com diversos momentos musicais, a comédia romântica aborda questões extremamente atuais, como as redes sociais e seu grande papel na contemporaneidade. O filme estreará a partir de 11 de outubro na plataforma de streaming.

Confira o trailer abaixo:

O longa tem direção e roteiro de Matheus Souza, cineasta conhecido pelo premiado “Apenas o Fim”, de 2008.

“Como outro qualquer” comenta dupla Anavitória sobre beijo gay em seu filme

Estreou na quinta-feira (dia 2 de agosto), nos cinemas brasileiros, a comédia romântica “Ana e Vitória” protagonizada pela dupla de cantoras de mesmo nome. A história do filme conta a história de duas amigas cantoras que estudaram juntas, se reencontram e depois passam a viver uma história cheia de altos e baixos em busca do sucesso. Numa das cenas, Ana dá um beijo na digital influencer Clarissa Müller, gesto que foi comentado pela cantora.

VEJA TAMBÉM: Pabllo Vittar afirma que não deixará o país caso Bolsonaro se torne presidente

“É um beijo como outro qualquer, normal!”, afirmou Ana numa entrevista ao jornal O Globo, explicando ainda que o filme não é uma cinebiografia da dupla. “Aquilo é uma história contada pelo Matheus Souza (autor e diretor), representada por nós. Tem muito da nossa trajetória, mas esse não é o filme da nossa vida”, explicou.

Na entrevista, Vitória, que também vive uma relação lésbica no filme, optou não entrou em detalhes sobre sua vida pessoal. “Eu não gosto de comentar sobre essas coisas, minha vidinha é minha vidinha”, desconversou a artista acrescentando que está muito feliz com o resultado do filme.

Nas suas primeiras experiências como atrizes, as cantoras afirmaram que não improvisaram muito. “A gente pouco improvisou. Na verdade, deu o nosso tempero, sotaque, como queria ou não falar tal coisa e gravou”, resumiu Ana. “A gente não sabe se quer fazer outro trabalho como atriz”, complementou Vitória.