André Valadão
O cantor e pastor mineiro André Valadão (FOTO: Reprodução)

Assim como a irmã, o pastor e cantor André Valadão aconselhou os seus seguidores a se isolarem socialmente nestes tempos de pandemia causada pelo coronavírus. O líder religioso sugeriu aos fieis que busquem o diálogo através de telefonemas, mensagens no whatsapp e redes sociais.

Nesses dias de quarentena, a maneira como temos atendido nossos irmãos é através de telefonemas, via whatsapp e, sem dúvidas, temos nos encontrado de diversas formas, online. Eu creio que, sem dúvida alguma, é uma maneira de nos enchermos de fé, mas diretamente temos conseguido maneira de ofertar, de doar na vida deles e solucionar problemas imediatos, tanto financeiro quanto de necessidade que eles estão passando.”

VEJA TAMBÉM: DJ morre aos 44 anos após ser diagnosticado com coronavírus

No último domingo, por volta das 18h30, o pastor e cantor André Valadão participou de uma LIVE ecumênica com Luan Santana, padre Fábio de Mello e Deive Leonardo. Juntos, obtiveram o alcance de 1.051.000 (um milhão e cinquenta e uma mil pessoas). Para brindar a benção em nome da fé e união de todos, nesta semana, ele lançou o EP “Renovo– André Valadão”, que conta com três canções inéditas, entre elas os sucessos “Criatura Igual ao Criador” e “Sua Glória”.

Em tempo: ainda neste mês de março, André lançou “Como Ninguém Vê”, sua música de trabalho, que já se destaca em todas as plataformas digitais.

Em meio a momentos de atenção e isolamento social, o pastor prega que é tempo de empatia, compaixão, solidariedade e de nos aproximarmos de Deus.  Por este motivo, ele determinou que irá continuar levando conforto aos corações, de forma online, é claro.

“Depois de 4 anos sem lançamento de canções inéditas, estou muito feliz com EP RENOVO, são louvores que marcam a minha vida e que tenho certeza de que vão marcar a vida de muitas pessoas. Acredito que não haveria momento melhor para encher a nossa vida de louvores, se não os dias que estamos vivendo agora. Oro para que cada um ao ouvir seja renovado por Deus.”, declara André. 

Algumas igrejas como a Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), liderada pelo pastor Silas Malafaia e a Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), liderada pelo bispo Edir Macedo, já comunicaram aos seus membros que não pretender cancelar seus cultos. Algumas instituições religiosas inclusive vêm travando uma disputa judicial com o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro tentando obter a autorização do governo para a realização dos encontros religiosos.

Através das redes sociais, Malafaia continua travando uma verdadeira batalha contra os críticos que insistem em apontar os problemas de segurança pública que podem ocorrer pelo não cancelamento dos cultos religiosos. Para o líder, “a igreja é o último reduto de fé e esperança quando todas as portas se fecham”.