Anitta abre o jogo sobre bissexualidade e relação com mulheres: “Delicado”

Publicado em 2/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O tão esperado quinto álbum de estúdio de Anitta, ‘Girl From Rio’, está quase chegando, então a cantora conversou com a revista GAY TIMES, e falou sobre sua sexualidade e relação com mulheres.

“Quando se trata de bissexualidade, é meio complicado porque, em primeiro lugar, nunca namorei uma mulher”, conta a carioca. “Eu tive relacionamentos com meninas, mas era muito casual. Nunca namoramos e não foi uma situação de longo prazo.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Então as pessoas às vezes dizem: ‘Oh, então você não é realmente bissexual – você só sai com caras’. Eu não acho que isso significa que eu não sou. Imagine se eu dissesse que sou heterossexual e alguém me pegasse beijando uma garota ou namorando uma garota, eles diriam ‘oh meu Deus, você é uma mentirosa!’

“Portanto, acho que devemos ser honestos e as pessoas – mesmo dentro da comunidade – não devem julgar ou esperar que cada pessoa aja da maneira que deseja. É um assunto muito delicado e devemos apenas respeitar a maneira de cada um de se encontrar. Devemos ser livres para fazer o que quisermos. ”

VEJA MAIS: Amado Batista põe à venda suas fazendas por R$ 350 milhões!

Anitta se considera um membro orgulhoso da comunidade LGBTQ + e continua a apoiar e falar sobre as questões LGBTQ + – especialmente em seu país natal, o Brasil.

“Nascemos e estamos cercados por tantas pessoas que querem nos dizer o que é certo e o que é errado”, conta ela.

“Tantas pessoas preconceituosas estão sempre apontando e nos dando uma atitude sobre quem somos. Por causa desse preconceito, algumas pessoas não têm coragem de falar abertamente sobre quem são. Eles têm medo do julgamento, têm medo do que as pessoas vão dizer. Quando vemos outras pessoas aparecendo e dizendo ‘Sim, sou eu’, ajuda essas pessoas que ainda precisam de um pouco de coragem. É bom – eles sentem que estão sendo representados e têm mais pessoas com eles. Eu acho que é muito importante.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio