Anitta afirma que bossa nova sofria preconceito como o funk

"A bossa nova sofria muito preconceito por conta de suas letras e sua sonoridade”, disse a cantora

Publicado em 5/20/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Anitta segue divulgando seu mais novo single, “Girl From Rio”, que mistura trap e bossa nova. Recentemente, a cantora concedeu uma entrevista à Los 40, uma estação de rádio do Chile, na qual fez uma comparação com a bossa nova e o funk.

Em conversa com o apresentador, ela afirmou que os dois estilos musicais foram alvo de preconceito quando surgiram. “A bossa nova, antes de ser esse ícone do Brasil, sofreu muito preconceito por ser uma música urbana. Quando a bossa nova nasceu, esse era o tipo de música urbana e sofria muito preconceito por conta de suas letras e sua sonoridade”, explicou a cantora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“É o mesmo que acontece hoje com o funk”, opinou Anitta.

VEJA MAIS: Conheça o luxuoso e milionário apartamento onde mora o BTS

Bossa Nova sofreu preconceito?

O ritmo surgiu na década de 1950, na Zona Sul do Rio de Janeiro, região ocupada pela elite. João Gilberto, Tom Jobim e Vinicius de Moraes estão entre os principais nomes do estilo.

Influenciada pelo jazz norte-americano, a bossa era tida como um movimento de renovação do samba, ritmo que realmente sofreu preconceito.

Diferente da bossa nova, o samba teve sua origem na periferia e sofreu perseguição durante décadas. Vistos como vagabundos, os artistas chegavam até a ser presos por estarem com instrumentos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio