Anitta afirma que sofreu preconceito por ser “mulher e pobre”

Carioca está completando 28 anos de vida neste dia 30

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Hoje, dia 30, Anitta completa 28 anos de vida, e é um fenômeno mundial. Ela ultrapassou todas as barreiras e dificuldades para se tornar quem é.

Ao jornal carioca Extra ela comentou: “Quando eu estava começando a ficar famosa e que devia me preparar, porque vinha muita besteira a meu respeito pela frente. Foi uma sensação dúbia. De que meu trabalho estava chegando na mídia e, consequentemente, para mais pessoas, mas que muita coisa, não só do trabalho em si, mas também da minha vida pessoal, não era verdade. Durante um tempo, isso foi um problema… Mas depois comecei a lidar melhor e a relevar”, disse ela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Anitta é criticada após se gabar de ser rica durante crise do coronavírus

A personalidade continuou falando sobre os preconceitos que passou: “Parece que foram cem anos! Minha vida virou do avesso. A única coisa que eu posso dizer é que eu trabalhei muito. Nem tudo é glamour na vida de um artista, não. Ouvi muita coisa. Sofri muitos preconceitos por ser funkeira, mulher e pobre. Mas também teve momentos de glória, que ficarão para sempre marcados na minha memória”.

“Espero que encontrem uma pessoa de verdade, que fez seu trabalho pensando no melhor para o público e para si. Que não teve medo e enfrentou seus próprios obstáculos”, finalizou Anitta.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio