anitta
A cantora carioca Anitta (FOTO: Reprodução)

Na tarde desta sexta-feira (dia 13), foi lançado o clipe de “Meu Mel”, reggae que marca a parceria de Anitta com os irmãos da banda Melim. A música é a terceira faixa do projeto “Brasileirinha” da funkeira após a colaboração com Marília Mendonça em “Some Que Ele Vem Atrás” e depois da parceria com Lexa, Luísa Sonza e Mc Rebecca em ‘Combatchy”.

O clipe foi gravado num cruzeiro promovido pela rádio Mix mês passado. “Foi muito divertido ter o Melim nessa parceria. “Meu Mel” tem uma sonoridade super gostosa e gravar o clipe da faixa com eles em um luau em um navio foi perfeito! Espero que todo mundo curta muito a música e o clipe e se jogue nessa vibe com a gente”, afirma Anitta em nota oficial. A produção da faixa foi assinada pelo prestigiado trio Pablo Bispo, Sérgio Santos e Ruxell que também ficaram a cargo da composição ao lado dos irmãos Melim.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

O Observatório de Música conversou com Pablo Bispo, Sérgio Santos e Ruxell (Dogz) sobre o processo de criação da faixa. Confira abaixo:

Como foi trabalhar com Anitta e Melim?

Dogz: Sempre incrível trabalhar com a Anitta! É um processo bem natural e com uma energia muito legal. O que acabamos colocando na faixa.

Já havia trabalhado com a Anitta. Meu primeiro e segundo trabalho compondo foi com ela. Uma sorte grande da minha minha vida. Se estou hoje onde estou profissionalmente: é por causa dela. “Essa Mina É Louca” e “Cravo e Canela” abriram as portas para mim. Foi muito bom reencontra-lá agora para esse trabalho.

Legal demais trazer uma sonoridade que é um pouco distante do que ela vem lançando. A primeira vez que Anitta ouviu “Meu Mel” ela já mostrou que tinha adorado. Quando ela propôs trazer o Melim para a faixa foi como uma luva… era perfeito. Esse estilo de Reggae cai muito bem na voz da Anitta e nas vozes do Melim. Juntá-los foi perfeito

A inspiração para a canção veio de onde?

Dogz: Serginho viu um meme na internet! A palavra “mel” abriu nossa cabeça. Ela pode ser fofa, brega, romântica, bonita, doce ou sexy. Piramos nisso e demos asas para a imaginação. Risos. Daí nasceu a ideia inicial da faixa.