camila anitta
(FOTO: Reprodução)

Se alternando entre inglês e espanhol, Anitta deu uma entrevista
à Billboard, onde comentou os aspectos culturais do Brasil. No bate-papo, a cantora começou explicando como o Brasil frequentemente acaba sendo separado do restante da América Latina por conta da barreira da língua. “Por causa disso, a cultura é bem diferente”, explicou. 

Anitta aproveitou também para falar sobre quais gírias ela ensinou para Camila Cabello durante a passagem da cantora norte-americana pelo Brasil. Na entrevista à Billboard, Anitta revelou que ensinou Camila a pronunciar e aplicar corretamente as palavras “babado” e “mara”.

“Essa palavra é para mulheres e gays. Você não vê homens heterossexuais falando isso, mas eu não ligo. É minha favorita: ‘babado’. Babado é tipo ‘meu deus, seu estilo é babado!’, ‘eu tenho um babado pra te contar’. Babado pode ser tudo. Eu ensino ‘babado’ para todo mundo. Eu ensinei ‘babado’ para Camila Cabello, e ‘mara’ também. Mara é de maravilhoso, mas maravilhoso é uma palavra muito grande e somos muito práticos, então falamos apenas ‘mara’. Isso é mara, sua roupa é mara, o garoto é mara”, revelou Anitta.

VEJA TAMBÉM: Demi Lovato exibe mensagem particular que recebeu de Aretha Franklin

Ao fim do vídeo, Anitta também revelou que não tem grandes resoluções de Ano Novo para 2019. “Eu não sei. Estou tão grata por tudo o que fiz, e tudo o que tenho”, comentou. “Eu acho que é um pouco injusto pedir por mais coisas. Pelo tanto que trabalhei, parece que foram três ou quatro anos”.

Anitta grava novo clipe de “Veneno” dentro de empresa enquanto funcionários trabalham

Lançado nas primeiras semanas de novembro, “Solo”, o mais novo EP de Anitta segue apresentando novidades. Dando continuidade na divulgação do projeto, Anitta lançou nesta sexta-feira (dia 17), o vídeo vertical da música “Veneno”, faixa em espanhol do “Solo” que ela vem divulgando no mercado estrangeiro.

Neste novo vídeo a cantora aparece dentro de uma escritório com vários cenários diferentes enquanto um vídeo em plano-sequência (sem cortes) é exibido. É possível ver a participação das bailarinas da cantora no vídeo além dos funcionários da empresa que seguiram trabalhando normalmente enquanto ela gravava o clipe. Inusitado né?

Confira o vídeo no Spotify: