Anitta se revolta e discute com político que defende “redução do salário” de músicos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite da última terça-feira (dia 5), Anitta fez uma live com o deputado Felipe Carreras (PSB-PE) para falar sobre uma polêmica envolvendo uma Medida Provisória que, segundo a classe artística, poderá prejudicar no faturamento com direitos autorais dos compositores. O bate-papo durou cerca de 50 minutos e contou com momentos mais tensos na discussão.

Para os músicos e artistas, a emenda da MP 948 aponta que, excluindo o intérprete, ficaria proibida a cobrança de direitos autorais de músicas que fossem tocadas em bares, restaurantes, festas, por exemplo. Sendo assim, todos profissionais envolvidos na composição da música não receberiam pelo seu trabalho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Bandido é flagrado invadindo quarto de bebê durante live de cantor sertanejo

Já na perspectiva do parlamentar, que reafirma defender sim, o pagamento de direitos autorias, caso a sugestão de emenda seja aprovada, “o produtor vai saber exatamente quanto vai pagar, o artista vai ter conhecimento de quanto será cobrado em direito autoral e o compositor terá, de forma muito clara e transparente, a informação de quanto poderá receber de direito autoral. Todos ganham porque o processo ficará claro e de fácil entendimento”.

Confira um trecho da conversa e o debate de Anitta na íntegra, abaixo:

A lei atual afirma que os contratantes devem pagar os valores referentes aos direitos autorais, onde transferem um percentual em média de 10% da bilheteria para o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição). A proposta de Felipe Carreras sugere diminuir o repasse para 5% sobre o valor do cachê dos artistas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio