anitta
A cantora carioca Anitta (FOTO: Reprodução)

Anitta vem focando sua carreira com menos shows por mês sem que isso afete sua renda. De acordo com o jornal O Dia, do Rio de Janeiro, a cantora passou a adotar a mesma estratégia de Wesley Safadão, fechando contratos que incluem participação nos lucros do evento, como ingressos e consumação. Atualmente, a funkeira não cantaria por menos de R$ 500 mil ou meio milhão de reais.

Segundo informações do jornal O Dia, Anitta cobra um cachê de R$ 250 mil mais as porcentagem nos lucros do evento. O veículo cita como exemplo a apresentação que Anitta fez em Parintins, no Amazonas, no mês de junho. A cantora recebeu cerca de R$ 500 mil para cantar na festa de prefeitura da capital. Porém o valor não representaria seu lucro líquido: desses valores, Anitta tem ainda que pagar bailarinas, passagens, traslados, hospedagem e alimentação.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

Neste mês de novembro, vale lembrar, Anitta divulgou uma agenda com somente cinco shows no Brasil – incluindo o da sua própria festa, Combatchy. A cantora agora opta somente por eventos grandes, que podem pagar seu cachê e que lhe rendem um valor a mais nesse esquema de participação nos lucros. Nas próximas semanas, ela cantará, por exemplo, no Mix Festival On Board no dia 29 de novembro. Com uma agenda de shows mais enxuta, a cantora consegue se dedicar mais à carreira internacional e ficar mais tempo fora do Brasil.