Anitta sobre sua carreira: “Não tenho medo de arriscar”

Publicado em 7/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A menina de Honório Gurgel, que estourou com ‘Show das Poderosas’, está conquistando o mundo. Anitta está se tornando cada dia mais reconhecida no exterior com seus singles. Pois bem, agora, após fechar uma parceria com a Nubank, a cantora participou de um evento virtual para o lançamento do cartão “Ultravioleta”.

Sobre sua carreira, a cantora falou: “Reinvenção está no meu sangue. Desde ‘Show das Poderosas’ o Brasil já começou a ver que eu realmente tenho essa coisa de estar inconformada com a situação e querer mudar para mim e para todo mundo. Eu já vinha querendo falar de empoderamento, cada música eu trago uma pauta. Estou sempre me envolvendo”, declarou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A carioca também contou que sua primeira grande virada veio com o lançamento de “Bang”, em 2017: “A primeira vez que me reinventei foi quando eu comecei a carreira no funk, que foi a porta que se abriu para mim, porque eu sempre ouvi de tudo. Eu comecei a cantar na igreja, que não tem nada a ver com o que eu tô fazendo, e sou muito eclética. Nunca achei que uma coisa elimina a outra. Dá para gostar de tudo ao mesmo tempo e caminhar em diferente áreas. E quando me reinventei eu consegui passar para as pessoas essa outra imagem minha, que foi com ‘Bang’, que trouxe uma informação um mundo pop, uma mensagem fashion e foi uma virada de página”, conta.

Anitta também disse que não tem medo da reação das pessoas, ela gosta é de mostrar todas as suas versões: “Eu não gosto de ficar parada, eu não gosto de repetição e gosto de mudar. E quando mudou tudo foi quando eu resolvi cantar em outros idiomas, tentar uma carreira internacional, sem saber se ia dar certo, mesmo muita gente dizendo que não ia dar certo, tendo em vista aos outros exemplos. E tem que confiar no seu taco. Não teve nenhum desses exemplos para eu olhar”, avalia.

Do subúrbio do Rio de Janeiro, a carioca se juntou a produtores que já trabalharam com Michael Jackson, Rihanna, Whitney Houston e Mariah Carey para o hit “Girl From Rio”, seu último lançamento. E bom, a ideia de misturar “Garota de Ipanema”, com a voz de Anitta, surgiu nos estúdios com essa galera.

“Achei genial. O que mais gosto é representar meu país. E tem um público jovem que ainda não ouviu (a versão original da música). É muito bom poder recontar está história tão brasileira, mas de um lado mais humilde, que foi onde eu nasci. Tem muito brasileiro que faz muito melhor que o pessoal de fora, e, infelizmente, o brasileiro insiste em se colocar para baixo e achar que só é bom o que vem de fora. Eu pensei que para ser valorizado um ritmo tão popular como o funk, as pessoas de fora dessem esse selo de qualidade”, reflete.

VEJA MAIS: Conheça o luxuoso e milionário apartamento onde mora o BTS

Hit de Anitta bate BTS e The Weeknd, tocando em 150 rádios dos EUA

Os fãs de Anitta seguem empenhados em alavancar a carreira da carioca no exterior – e o trabalho duro está rendendo frutos. ‘Girl From Rio’, atual música de trabalho da cantora, tocou ao mesmo tempo em mais de 150 rádios norte-americanas.

Isso porque os fãs estão fazendo mutirões diários e pontuais no Twitter para pedir a música no programa de rádio “Most Requested Live”. A atração vai ao ar simultaneamente em mais de 150 rádios dos Estados Unidos. E nesta segunda-feira (dia 5), a canção atingiu o primeiro lugar das rádios nos EUA batendo medalhões do mercado norte-americano como BTS (“Butter”) e Doja Cat com The Weeknd (“You Right). Confira abaixo:

Anitta entra em estúdio com Ovy On The Drums e leva fãs à loucura

Anitta não para de trabalhar um minuto. O álbum “Girl From Rio” está pronto desde o início de 2020, porém, muitas pessoas suspeitam de que ela esteja refazendo o projeto, que será lançado até o fim deste ano. Mas, a questão é que neste fim de semana, a carioca esteve em um estúdio, em Miami, com Ovy On The Drums.

Por meio de Stories no Instagram, a musa mostrou que também estava com Justin Quiles e Lenny Tavarez. Vale ressaltar que Justin é um dos autores de “Downtown”, enquanto Lenny já cantou com ela no remix de “Bellaquita”.

Ovy On The Drums é colombiano e um dos hitmakers do momento na música latina, já produziu o single “Tusa” e o álbum “KG0516” da Karol G, além de ter colaborado com Maluma, Steve Aoki, Becky G, Tini e 6ix9ine, entre outros.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio