anitta
A cantora carioca Anitta (FOTO: Reprodução)

A cantora Anitta está sendo muito criticada nas redes sociais após relatar que foi estuprada aos 15 anos de idade. A revelação foi feita no primeiro episódio de “Anitta: Made in Honório”, série documental sobre a vida e obra da artista lançada na madrugada desta quarta-feira (16), na Netflix. No campo de batalha, os fãs lutam para defender a cantora dos massivos ataques virtuais.  

Conforme relato da artista, o estupro aconteceu no decorrer de uma relação com um homem dominador. O codinome Anitta surge, então, como uma espécie de escudo de proteção. Teria sido por meio desta persona que Larissa conseguiu enfrentar seus demônios e seguir em frente.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

 “Eu tinha bastante medo das reações dele quando estava estressado e acabei perguntando se ele queria ir para um lugar só nós dois. Rapidamente, ele parou o estresse dele, perguntou se eu tinha certeza, e eu falei que sim. Mas hoje tenho plena certeza que falei sim porque estava com medo. Quando cheguei lá, realizei que não era certo fazer aquilo por medo e disse que não queria mais, mas ele não ouviu. Ele só queria fazer o que queria fazer. Quando ele acabou, foi abrir uma cerveja e eu fiquei olhando para a cama cheia de sangue.”

Entre defesas e acusações, a maioria dos comentários de desaprovação colocam em cheque a veracidade dos relatos da cantora: