anitta
A cantora carioca Anitta (FOTO: Reprodução)

A funkeira Anitta deu uma entrevista para a revista Marie Claire onde comentou a possibilidade de viver ninguém menos que Carmem Miranda nos cinemas. Ainda no bate-papo a musicista comentou a decisão que tomou em 2019 de não ser mais administradora da própria carreira pelo cansaço de não aguentar mais ser artista e empresária. “Não tenho mais este compromisso de ‘eu preciso ser a número 1’. Se eu tivesse essa pressão, pode ter certeza de que quem estaria comandando a minha carreira seria eu.”

A cantora revelou também que não lhe falta mais nada para conquistar profissionalmente. “Já ‘tiquei’ toda a minha lista de afazeres.” Traba­lhar como atriz, dirigir e escrever estão entre alguns dos novos caminhos para a artista. A cantora adoraria interpretar, por exemplo, Carmen Miranda, em um longa-metragem sobre a artista, como indicou um site internacional. “Gostaria de fazer algo fora do universo da Anitta poderosa, como as pessoas estão acostumadas a me ver.” A artista que já declarou que gostaria de ser uma Penélope Cruz na atuação, voltou para as aulas de teatro durante a pandemia.

VEJA TAMBÉM: Áudios de Anitta sobre Iggy Azalea, Preta Gil, Ludmilla e Simaria vazam na web

Anitta também comentou sobre seu engajamento político nesta época de quarentena e sobre a possibilidade de votar em Luciano Huck para presidência do Brasil, caso ele fosse candidato. “Pelo que conheço do caráter [dele], sim [votaria], mas precisaria estudar como para qualquer outra pessoa”, afirma. “Não dá para falar com propriedade sem ter visto propostas, postura e o direcionamento que ele vai adotar.”

Você pode ver a entrevista completa clicando aqui!