A cantora fluminense Anitta (FOTO: Divulgação)

Desde o começo da pandemia do novo coronavírus, muito se fala sobre remédio e vacina para a cura. Agora, entre diversas soluções, “Annita”, um antiparasitário que é antigo no mercado, vem sendo usado como teste. O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, falou sobre o assunto em coletiva de imprensa, dizendo que essa foi uma sugestão do ministro Marcos Pontes.

“Outras drogas também matam in vitro. Até hoje, acho, que o ministro Pontes ia colocar (o tema), porque ele foi lá no ministério para que a gente fizesse (testes). Tem um anti-helmíntico, dizendo que essa linha aqui, que é um vermífugo. Mata muito bem in vitro. E agora vai começar os testes em pessoas. Vermífugo mata vírus, cloroquina mata vírus.”

VEJA TAMBÉM: Cantor pede ajuda após permanecer com o pênis ereto por duas semanas

O nome do remédio “Annita” foi apurado pelo site O Antagonista. Só que a informação vem sendo bombardeada na internet, por estar sendo comparada com a cantora Anitta.

Confira:

Após a polêmica, Anitta viu seu nome virar notícia como possível “cura” para a doença e se pronunciou brevemente no Instagram. “Lá vou eu me preparar pra ser xingada caso não funcione”, brincou a cantora.