‘Ânsia’, música do novo álbum de Pabllo Vittar já foi hit em Pernambuco

Publicado em 27/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após o sucesso de “111 Deluxe”, Pabllo Vittar dedicou-se nos últimos meses em um álbum voltado à ritmos do Norte e Nordeste, o quarto de sua carreira. Intitulado “Batidão Tropical”, o projeto conta com músicas originais e regravações de diversos sucessos – entre eles, a música “Ânsia”. As informações são do Portal Diario de Pernambuco.

A canção é composição de Esdras Azevedo que fez sucesso em Pernambuco com a Banda Brega.com, nos vocais da cantora Eliza Mell, a partir dos anos 2002. O hit, porém, ganhou fama nacional através de Mylla Karvalho, em 2003, da banda Companhia do Calypso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ânsia” foi criada no início dos anos 2000. Na época, a artista que mais tarde seria a voz principal do hit, estava saindo de uma igreja evangélica e logo após, foi convidada para fazer parte do grupo de pagode Poligamia, que iria criar uma banda de brega. “Eu não tinha noção do que era esse segmento musical”, conta Eliza, que ficou conhecida como “Rainha do Gogó” por sua potente voz.

Ela lembra que a composição de Esdras já estava toda pronta e pouco depois faria grande sucesso. “Quando cheguei no estúdio, a música já estava pronta, só faltava colocar a voz. Dei uma passada na letra, deixei meu coração e a emoção me conduzir e a equipe ficou enlouquecida. Com 10 dias de lançada, a música era a mais ouvida do estado”.

Azevedo recebeu um telefonema do então empresário da  Companhia do Calypso, Ary Karvalho, para ceder os direitos para a banda. A canção fez parte do “Volume 2 Ao Vivo” (2003) e depois no “Ao Vivo em Recife (2004)”, que fez sucesso em todo o país.

VEJA MAIS: RICA! Luísa Sonza revela que novo clipe custou R$ 1 milhão

Elisa falou sobre o que sentiu ao ouvir a versão de Pabllo Vittar. “Passou um filme em minha cabeça”, começou ela. “Fechei os olhos e todas as lembranças que vivi do dia em que gravei Ânsia vieram à tona. Lembrei do cheiro do estúdio, da reação, felicidade e emoção de todos que estavam presentes, dos shows. Pabllo sempre mostrou sua admiração pela canção e sempre me deixou fascinada”.

“Eu amei a transformação que ela fez na canção”, elogiou a “Rainha do Gogó”. “Porém, o que me deixou extremamente encantada e feliz foi que ela preservou a essência da música original. Pabllo gravou um brega, o colocando em lugar de destaque no cenário mundial da música. Onde o brega sempre deveria estar”, completou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio