Freddie Mercury
O cantor zanzibense Farrokh Bulsara mais conhecido como Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

Freddie Mercury antes de morrer, decidiu preparar a própria despedida para amigos mais próximos em 1991, entre eles Elton John. O cantor deixou um recado comovente para Elton.

Por muitos anos, eles foram amigos e até pensaram em fazer uma parceria musical juntos. Os dois eram tão íntimos, que se apelidaram de drag queen. Mercury era Melina e John era Sharon.

Viciado em cocaína, Elton foi um dos responsáveis por convencer o amigo a ir para uma clínica de reabilitação para tratar do vício. Por outro lado, John foi uma das poucas pessoas que visitou Mercury durante os últimos dias de vida.

“Ele estava frágil demais para levantar da cama, ele estava perdendo a visão, o corpo dele estava coberto de sarcomas de Kaposi – tipo de câncer de pele – e, mesmo assim, ele definitivamente ainda era o Freddie, fofocando, completamente escandaloso”, escreveu o artista no livro Me: Elton John Official Autobiography.

VEJA TAMBÉM: Marília Mendonça e equipe poderão ter que arcar com roubos e violência em show de BH

Antes do falecimento, o ícone do rock organizou uma surpresa para o amigo. Mercury morreu dia 24 de novembro e exatamente um mês depois, no dia do Natal, John recebeu um presente do ex Queen.

Freddie Mercury empacotou em uma fronha um quadro do artista preferido de John, Henry Scott Tuke e planejou a entrega da obra. No pacote havia um bilhete: “Querida Sharon, eu pensei que iria gostar disso. Com amor, Melina. Feliz Natal”.