Antes de morrer por Covid-19, Agnaldo Timóteo fez música sobre pandemia

“Deus, a epidemia é uma maldição. Bilhões de inocentes na prisão, à espera de um milagre seu"

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agnaldo Timóteo que estava internado com Covid-19 na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, no Rio, faleceu aos 84 anos. Há duas semanas o músico tinha recebido a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

“É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha”, disse a família, em nota.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Após boicote de The Weeknd, Cardi B quebra o silêncio sobre o Grammy

Pois bem, antes de ser vítima fatal da doença, o cantor gravou uma música intitulada de “Epidemia”. Na canção, Agnaldo faz uma súplica a Deus para que a humanidade retomasse a paz e vencesse a batalha contra o vírus. 

“Deus, a epidemia é uma maldição. Bilhões de inocentes na prisão, à espera de um milagre seu. (…) Deus, espalhe suas bençãos, limpa o ar. De novo a humanidade irá ganhar a paz e a liberdade de ir e vir”, diz um trecho da música.

AGNALDO TIMÓTEO"Epidemia"

Posted by Rádio Cidade on Wednesday, June 3, 2020

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio