Antigo sócio de Britney Spears detona o pai da cantora: “Perturbado”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ex-sócio de Britney Spears, Bobby Ochs, do restaurante Nyla, que abriu e fechou em 2002 no Dylan Hotel, nos Estados Unidos, falou em entrevista ao PageSix sobre como o pai da artista agia enquanto eles tinham negócios.

“Tive um problema com Jamie. Ele não tinha nenhuma palavra a dizer no negócio, mas alguns dias antes da grande inauguração, do nada, ele veio invadindo meu escritório às 9h com um jovem desconhecido e uma mulher”, disse Bobby.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele parecia estar de ressaca ou doidão. Na frente de meus gerentes e chefs, ele anunciou que o jovem e a jovem com quem ele estava seriam contratados como gerentes do restaurante de Britney. Ele estava tão louco e gritando: ‘Ninguém vai estragar a casa da minha filhinha!’ Ele queria que os chefs fossem substituídos e um menu completamente novo.“, continuou.

(FOTO: Reprodução)

VEJA TAMBÉM: Revista famosa faz ranking com as melhores músicas do BTS

Acontece que Jamie conheceu o casal que ele queria que administrasse o restaurante de Britney na noite anterior, em um bar qualquer em Nova York onde ele estava bebendo. Expliquei a ele que era o parceiro operacional, e isso não poderia acontecer. Ele estava claramente desequilibrado, gritando e berrando – ele estava na minha cara e eu esperava que a qualquer minuto ele ficasse físico.

Liguei para a mãe de Britney Spears, Lynne, e ela não ficou surpresa. A reação dela foi: ‘Oh não, de novo não’, como se Jamie tivesse que ser controlado e tolerado“, afirmou.

Bobby também afirmou que o pai da cantora se desculpou, porém “não é nenhuma surpresa para mim Britney não quer que ele comande sua vida. Não consigo imaginá-lo comandando nada.”

(FOTO: Reprodução)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio