john lennon
O cantor John Lennon (FOTO: Reprodução)

O jornalista Mario Sergio Conti participou do Jornal GloboNews na última semana e indignou os espectadores ao afirmar que “John Lennon é mais ou menos”.

A reportagem falava sobre a abertura dos museus em plena pandemia, e sobre a exposição do ex-Beatles no MIS, Conti disparou: “Temos o John Lennon no Museu da Imagem e do Som, um projeto do Paulo Mendes da Rocha muito bonito. John Lennon para mim é mais ou menos, prefiro ficar em casa”.

“Vamos esperar para que tenha alguma coisa que valha a pena realmente a gente se arriscar, apesar do número de contaminados, mortos e internados estar caindo em São Paulo”, disse.

Aline Midlej, que conduzia a matéria, saiu em oposição ao jornalista: “Toda a minha admiração por você, que é um gigante do nosso jornalismo. Mas eu devo discordar, eu acho o John Lennon um cara espetacular, estou louca para pisar no MIS”.

VEJA TAMBÉM: Madonna anuncia que o roteiro de sua cinebiografia está pronto!

A exposição está aberta para o público as sextas, sábados e domingos, das 12h às 18h, com ingressos custando de R$10 a R$20.

Sobre a mostra, o museu diz: “Por meio de uma curadoria inédita para o Brasil, assinada pelo jornalista Ricardo Alexandre, a exposição traz fotografias feitas por Bob Gruen, um dos maiores fotógrafos da cena rock’n’roll, que documentam a vida de John Lennon no período em que ele morou na cidade de Nova York”.

“As imagens de Gruen exploram não apenas a relação de John Lennon com Yoko Ono durante os anos 1970, mas também suas diferentes facetas: pai, ex-Beatles e rock star no auge da fama. Além dos excessos, dos shows e das festas, as fotografias apresentam os seus momentos de intimidade e lançam um olhar aprofundado sobre a pessoa por trás da imagem de ídolo internacional”.

Os ingressos podem ser comprados AQUI.