cardi b

A parceira de Anitta em ‘Me Gusta’, Cardi B, está enfrentando um processo após chamar apoiadores de Donald Trump de “racistas”.

A rapper estava na praia com sua irmã Hennessy Carolina, sua cunhada, Michelle Diaz, e foi atacada por seguidores do presidente americano.

Em gritos de “cala a boca” vindo de todos os lados, o vídeo mostra uma briga, onde não é possível ver quem iniciou.

VEJA TAMBÉM: Anitta sobre ameaça de Bolsonaro a jornalista: “Ignorância mental e de falta de intelecto”

Peter Caliendo, Pauline Caliendo e Manuel Alarcón estão processando o rapper, sua irmã e a namorada de Hennessy, alegando que elas os difamaram ao rotulá-los de racistas durante a briga.

Em documentos obtidos pelo TMZ, a família afirma que estavam aproveitando seu tempo na praia de Smith Point quando a irmã de Cardi B os abordou cuspindo, insultando e ameaçando apenas porque um deles estava usando um boné Make America Great Again – slogan usado por Trump em sua campanha.

Cardi não deixou barato as acusações feitas pelos republicanos e publicou em seu Twitter um áudio de Henessy explicando a briga no dia que ela aconteceu.

A irmã da rapper afirma no áudio que o grupo mandou elas “voltarem para seus países” por estarem falando em espanhol enquanto estacionavam.

Cardi B é uma grande opositora publica de Trump e é bem clara sobre seu apoio a Bernie Sanders: “Se Trump ficar por mais quatro anos, terei um colapso. Terei um colapso mental, não posso mais lidar com isso”, disse em entrevista recente.

“Eu tenho medo do estado do país. Não só me preocupo com as pessoas, tenho medo do futuro, não quero outra guerra. A economia agora é uma merd*”, desabafou a dona do hit ‘I Like It’.