Após fala homofóbica de DaBaby, Lil Nas X ultrapassa recorde do rapper

Publicado em 11/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Momento de vitória para Lil Nas X. O músico conquistou mais de 52 milhões de ouvintes mensais no Spotify. E bom, ele ultrapassou o recorde anterior que era do rapper DaBaby. Vale ressaltar que recentemente o músico gerou uma polêmica após uma fala homofóbica.

Após saber do acontecido, Lil Nas X fez um comentário no Twitter, porém, mostrando superioridade o cantor apenas comemorou sua vitória, sem mandar nenhuma indireta para DaBaby.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uau, isso é insano. Este é o máximo que já tive na minha carreira. Obrigado a todos que estão ouvindo“, soltou ele.

Pai de Lil Nas X manda recado para DaBaby após fala homofóbica

O discurso homofóbico e sorofóbico de DaBaby segue dando o que falar. Após o rapper T.I. envolver Lil Nas X na polêmica, o pai da voz de “Montero (Call Me By Your Name)” decidiu se pronunciar.

Nos Stories de seu perfil no Instagram, Robert Stafford compartilhou uma foto do filho ao lado de DaBaby e disparou: “Cara, baixe a bola, você já teve seu momento”.

No último domingo (25 de julho), durante show no Rolling Loud Festival, Dababy despejou homofobia e sorofobia. No meio da apresentação, ele declarou: “Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis, ligue a lanterna do seu celular. Rapazes, se vocês não estão chupando um pau no estacionamento, liguem a lanterna do seu celular”.

Lil Nas X rebate acusação de ‘apologia gay’

Como sempre, Lil Nas X vira alvo de polêmica por conta de seus clipes. Após lançar o vídeo de “Industry Baby”, em que se declara homossexual, ele acabou recebendo diversas críticas da ala mais conservadora, inclusive o acusando de incentivar meninos a virarem gays.

“(Deixando) Todas as piadas de lado, a ideia de uma agenda gay não faz sentido. Se alguém te influencia a chupar pau, você provavelmente já queria chupar pau“, disparou ele, sobre o tema.

No tweet, seguidora confrontou Nas X dizendo que as pessoas, no geral, são facilmente manipuladas. Lil Nas X mostrou todo seu deboche ao responder: “Sim, a manipulação é real. Agendas são reais. Eu simplesmente não acredito que eu, em uma prisão fictícia com outros homens, poderia levar um homem heterossexual a decidir chupar pau”, disse.

Nesta sexta-feira (23), Lil Nas X lançou seu single “Industry Baby”. Na letra, ele orgulhosamente um dos trechos, se trata de “I don’t fuck bitches, I’m queer”. Traduzindo, significa: “Eu não faço sexo com vadias, eu sou queer“.

Além disso, o cantor usará seu vídeo para reverter quadros racistas. Ele anunciou a contribuição com o “Fundo Bail X”, que juntará doações junto com a organização The Bail Project. A ideia é pagar a fiança de pessoas negras que estão presas por infrações leves.

“A música é a forma como luto pela libertação. É meu ato de resistência. Mas também sei que a verdadeira liberdade requer uma mudança real no funcionamento do sistema de justiça criminal. Começando com fiança em dinheiro.”

“Eu sei a dor que o encarceramento traz para uma família. E eu sei o impacto desproporcional que a fiança em dinheiro tem sobre os negros americanos e a comunidade LGBTQ. Vamos trazer as pessoas para casa e lutar por liberdade e igualdade. Acabar com a fiança em dinheiro é uma das questões de direitos civis mais importantes de nosso tempo.”, disse o cantor.

No Twitter, o rapper ainda falou: “Lil Nas X usa seu vídeo “Industry Baby” com o tema da prisão como uma arrecadação de fundos para o Projeto Bail, que é uma organização sem fins lucrativos que combate o encarceramento em massa.”

Além disso, ele fez questão de ressaltar que é gay. “Eu sinto que isso foi importante, porque eu já sabia que essa música seria muito mais uma música de rap pesado. E eu sabia o tipo de público que iria escutar. Então eu quis dar certeza de quem se tratava, porque muitas pessoas têm dito, ‘Oh, bem, eu gosto da música dele, mas ele é suspeito’. Foi tipo, eu queria dar a certeza para eles que eu sou gay. Este sou eu avançando. Não foi um momento, sabe? Na verdade, não estou tentando garantir que o público que está ouvindo minha música se sinta confortável. Eu vou fazer para mim e não espero que ninguém ame“, disparou ele, em entrevista ao Zane Lowe para a Apple Music.

(FOTO: Reprodução)

O americano esbanja originalidade e tem muito orgulho disso. Ele se sente mais livre com sua arte depois que assumiu sua homossexualidade. “Na verdade, sinto-me 100% mais forte. Eu me sinto mais poderoso para ser capaz de entrar no meu eu real e ser eu mesmo nesses álbuns e ainda tê-los estourando com hits e com uma sonoridade tão boa. E sim, sou eu. Realmente. Tipo, eu não gosto de fazer rap sobre a vida de outra pessoa. Como se eu não estivesse cantando sobre a situação de outra pessoa. Como se fosse eu e me sentisse muito melhor sabendo disso, sabe?“, comentou.

CONFIRA TAMBÉM: “Industry Baby”: Lil Nas X lança música produzida por Kanye West

Lil Nas nos faz entender que a vida é feita de fases e que as coisas estão sempre mudando. “Apenas sempre me lembrando de que está tudo bem ter momentos de baixa, tanto quanto está tudo bem ter seus momentos de alta“, disse. “Tem acontecido muitas idas e vindas agora internamente porque estou passando por uma grande transição na minha vida. Estou ficando mais confortável por ser afeminado. Muito mais confortável em sair e namorar pessoas e não me preocupar com o que vai acontecer com a minha carreira se eu gostar de ter uma vida amorosa também e coisas assim“, desabafou o rapper.

(FOTO: Reprodução)

“Eu tenho tentado descobrir isso nos últimos dois anos, mas também é tipo muitas vezes, gosto de me auto sabotar nessas coisas, nessas situações e isso está apenas crescendo. Estou tentando crescer e tentando não cometer os mesmos erros da última vez. A vida é uma batalha de ciclos constantes até você acertar em algo“, completa. Entretanto, tudo isso, faz parte de um processo.

É a primeira vez que Lil Nas X chega ao topo parada Pop Songs. Anteriormente, sua maior posição havia sido o 3º lugar, com o smash hit “Old Town Road”, lançado em 2019.

No entanto, vale ressaltar que ele já liderou ranking das mais tocadas das rádios nos segmentos de rap, r&b/hip-hop, dance e rhythmic.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio