Após fala preconceituosa de DaBaby, Miley Cyrus diz: “Adoraria conversar”

Publicado em 5/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, o rapper DaBaby virou assunto por discriminar gays e portadores de HIV+. durante show: “Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis, ligue a lanterna do seu celular. Rapazes, se vocês não estão chupando um pau no estacionamento, liguem a lanterna do seu celular”, disse ele na ocasião. Agora, Miley Cyrus se manifestou e ofereceu conversar com o músico.

Fundadora de uma ONG que auxilia pessoas LGBTQIA+ em situação de rua, Miley publicou uma mensagem em seu Instagram direcionada ao rapper: “Como um membro orgulhoso e leal da comunidade LGBTQ +, grande parte da minha vida tem sido dedicada a encorajar o amor, a aceitação e a mente aberta“, começou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A internet pode alimentar muito ódio e raiva e é o núcleo da cultura do cancelamento. Mas acredito que também pode ser um lugar cheio de educação, conversação, comunicação e conexão”, continuou Cyrus.

 “É mais fácil cancelar alguém do que encontrar perdão e compaixão em nós mesmos ou reservar um tempo para mudar corações e mentes. Não há mais espaço para divisão se quisermos continuar vendo o progresso! Conhecimento é poder. Eu sei que ainda tenho muito que aprender”, declarou Miley Cyrus.

Ainda na legenda, nossa eterna Hannah Montana pediu para que DaBaby veja seu direct no Instagram: “Adoraria conversar e ver como podemos aprender um com o outro e ajudar a fazer parte de um futuro mais justo e compreensivo”, finalizou. 

Vale ressaltar que segunda-feira (2), o cantor pediu desculpas por suas falas preconceituosas, além de agradecer quem lhe ofereceu ajuda:

 “As redes sociais andam tão rápido que as pessoas querem te destruir antes de você ter a oportunidade de crescer, se educar, e aprender com seus erros. Como um homem que construiu seu caminho vindo de muitas circunstâncias difíceis, ter pessoas que eu conheço trabalhando contra mim – sabendo que eu precisava de orientação e educação nesses tópicos – tem sido desafiador. Eu aprecio as muitas pessoas vieram até mim com gentileza, que me abordaram privadamente para oferecer sabedoria, educação e recursos. É o que eu precisava e recebi. Eu quero me desculpar com a comunidade LGBTQ+ pelos comentários dolorosos e desencadeadores que eu fiz. De novo, me desculpo por meus comentários ignorantes sobre HIV/AIDS e sei que instrução é importante. Amor a todos. Deus abençoe”, escreveu.

Relembre o vídeo do rapper e os primeiros pedidos de desculpas:

Após a repercussão negativa de sua fala e seu primeiro pedido de desculpas, DaBaby foi ao Twitter pedir desculpas às pessoas com HIV, porém acabou “esnobando” a comunidade LGBTQIA+:

Qualquer um que tenha sido afetado por AIDS/HIV vocês todos têm o direito de estarem chateados, o que eu disse foi insensível mesmo que eu não tenha intenção de ofender ninguém. Então peço desculpas.

Mas a comunidade LGBT… Eu não tenho problemas com vocês. Os negócios de vocês são os negócios de vocês.”

O primeiro pedido de desculpas de DaBaby que acabou em uma segunda fala preconceituosa:

“Mesmo meus fãs gays, eles não têm a porr* da AIDS, seus idiotas. Eles não têm AIDS. Meus fãs gays se cuidam. Eles evitam isso. Não são gays nojentos. Não são viciados. Meus fãs gays têm classe. Eles não são babacas em um estacionamento. Você tem que pegar um quarto. Um bom, em um hotel cinco estrelas. Até meus fãs gays têm padrões”, falou.

Eu disse para você acender a luz do celular se não tiver AIDS. Eu disse para você acender a luz se você não chupou um pau no estacionamento, para que eu possa lançar a próxima música. Eu não ia reclamar Isso é chamado ‘call to action’. É assim que se chama, porque sou um performer. Eu sou o melhor performer ao vivo. Sou um destruidor no show”, completou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio