Após falas racistas no passado, Justin Bieber lançará roupas contra o racismo

Publicado em 22/09/2021 10:29
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No passado, Justin Bieber entrou em polêmica por ter algumas falas racistas. No entanto, agora, após amadurecer muito e repensar em suas coisas, ele está lançando uma coleção de roupas contra o racismo. O músico está lançando calças e casacos de moletom pretos com a escrita em branco: “racism is evil“. Traduzindo: O racismo é mau.

Vale lembrar que as peças estão sendo lançadas pela marca “Simple Gospel”, empresa que o canadense criou em sociedade com o amigo Josh Mehl. Além disso, Justin Bieber já informou que 100% dos lucros serão doados para a causa racista.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Temos a bênção de anunciar que 100% de nossos rendimentos serão doados a uma empresa start-up de propriedade de negros em Los Angeles, Califórnia“, escreveu a marca em seu Instagram. As peças serão lançadas em 26 de setembro, como informa o site oficial.

(Foto: Reprodução)

Justin Bieber volta a pedir desculpas por falas racistas feitas no passado

Justin Bieber não estava ciente da recente polêmica racista do cantor country Morgan Wallen. O artista de 27 anos pediu desculpas por dizer o quanto amava o último álbum de Wallen, explicando que “não tinha ideia” de que ele “foi flagrado recentemente fazendo comentários racistas”.

“Eu não tinha ideia de que a música do cara que postei foi encontrada recentemente com comentários racistas, como você sabe, eu não apoio ou tolero qualquer tipo de racismo ou discriminação”, escreveu Bieber em seu Instagram Story nesta quarta-feira (4). “Eu não tinha ideia, peço desculpas sinceramente a qualquer um que ofendi.”

Em uma publicação já apagada, Bieber compartilhou um print do álbum de Wallen com a legenda “Amo este álbum.”

(Foto: Reprodução/ET)

Bieber continuou sua declaração com outro pedido de desculpas por seu passado de “piadas racistas que claramente não eram engraçadas.” Ele escreveu que quando era mais jovem era “incrivelmente ignorante” e “magoava muitas pessoas, especialmente na comunidade negra”.

“Mas [eu] tive a sorte de aprender sobre a origem horripilante da ‘palavra que começa com n’”, escreveu Bieber, se referindo a uma ofensa racista em inglês. “Isso traz de volta aquelas memórias dolorosas. Eu sempre vou assumir a responsabilidade por minha ignorância e meu passado, porque eu sei que não sou essa pessoa.”

O cantor de “As Long As You Love Me” acrescentou que, embora já tenha se desculpado antes, ele acredita que é “importante trazer isso à tona para educar as pessoas que podem ser ignorantes sobre o tema do racismo e como ele é prejudicial”.

(Foto: Reprodução/ET)

Hit beneficente de Ariana Grande e Justin Bieber arrecadou R$18 milhões

O single beneficente de Ariana Grande e Justin Bieber, “Stuck With U”, arrecadou mais de US $ 3,5 milhões (R$ 18 milhões) para a First Responders Children’s Foundation, indo diretamente para milhares de famílias de socorristas nos Estados Unidos, que atuam na linha de frente da Covid-19.

O single, lançado em 8 de maio de 2020, foi gravado em resposta à pandemia COVID-19 e doou 100% de seus lucros de streaming e vendas para a fundação. Uma colaboração entre Grande, Bieber, Scooter Braun’s SB Projects (que gerencia Grande e Bieber), Republic Records e Def Jam Recordings, os lucros da música serão usados ​​para ajudar as famílias dos trabalhadores da saúde, paramédicos e bombeiros, que permanecem na linha de frente da pandemia.

“À medida que o mundo estava fechando, procurávamos maneiras de causar um impacto tangível, pois sempre foi a prioridade de Scooter que a SB Projects e nossos artistas retribuíssem”, disse Shauna Nep, vice-presidente de filantropia da SB Projects. “Ficamos muito entusiasmados com a parceria com a First Responders Children’s Foundation, que tem apoiado aqueles que estão na linha de frente da pandemia, assim como suas famílias. Mais de um ano depois, estamos muito orgulhosos de ver o quanto foi arrecadado e o que foi realizado. Agradecemos à Fundação por sua liderança e comprometimento com este trabalho ”.

Em particular, o dinheiro arrecadado com a música dará apoio financeiro às famílias dos profissionais da saúde, incluindo bolsas de estudo para seus filhos, fornecendo alojamento temporário para quarentena para evitar colocar suas famílias em perigo, além de também pagar pelos funerais dos profissionais ou seus familiares que morreram de COVID-19.

“A generosidade e o apoio que Ariana Grande, Justin Bieber e Scooter Braun deu um ar de esperança aos homens e mulheres na linha de frente desta pandemia”, disse Jillian Crane, presidente da Fundação para Crianças dos Primeiros Respondentes. “Como organização, temos sido capazes de ajudar os heróis do dia a dia que estiveram na linha de frente da pandemia e as necessidades imediatas de suas famílias com o apoio que só foi possível graças ao esforço coletivo de todos os envolvidos, e somos extremamente gratos. ”

Além de seu impacto beneficente, “Stuck With U” também foi um sucesso, estreando no topo da Billboard 100 e ganhando o prêmio de melhor videoclipe de casa no 2020 MTV VMAs. O vídeo caseiro da faixa contou com incontáveis ​​participações especiais de fãs e outras estrelas, incluindo a esposa de Bieber, Hailey, o marido de Grande, Dalton Gomez, Kylie e Kendall Jenner, Demi Lovato, Chance the Rapper, Kanye West, Kim Kardashian, Michael Bublé e Jaden Smith.

VEJA MAIS: Amado Batista põe à venda suas fazendas por R$ 350 milhões!

O segredo de Justin Bieber e Ariana Grande que segue escondido

Justin Bieber e Ariana Grande encantaram os fãs com o lançamento do single beneficente “Stuck With U”, em maio de 2020. Mas acontece que essa não foi a primeira vez que os dois uniram forças em uma parceria musical.

Os artistas chegaram a gravar a faixa “Wish You Would” anos atrás, mas a música nunca viu a luz do dia. Justin acabou lançando a canção com o rapper Quavo, no álbum novo, “Justice”.

Foi o próprio produtor da música, BMX Kenny, quem revelou a história. Ele disse que a faixa foi descartada do álbum ‘Purpose’, de 2015, mas Justin Bieber decidiu lançar agora, quando a ouviu de novo.

“A primeira versão era com Cody Simpson. Depois colocaram Ariana Grande. Eu não sei o que aconteceu, mas ela não entrou no ‘Purpose’ e ficou guardada”, contou o produtor. No lugar de “Wish You Would”, Bieber colocou uma música do Skrillex naquele álbum. “Acredito que existe uma versão com Ariana Grande por aí, em algum dos computadores”, completou BMX Kenny.

Ouça a versão de “Wish You Would” lançada no álbum ‘Justice’:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio